Quarta-feira, 25 de abril de 2018
Dólar R$ 3,49
Euro R$ 4,25
Tecnologística no LinkedIn
Segunda-feira, 14 de janeiro de 2008 - 16h21
Grupo Gafor assume controle da DM

O objetivo é ampliar a presença no segmento de transporte e reforçar e consolidar a atuação no mercado internacional

Após um ano estudando possibilidades de se consolidar no mercado de transporte e reforçar sua presença no segmento internacional, o Grupo Gafor fechou, no último mês de dezembro, a aquisição de 100% do controle acionário da DM Transporte e Logística Internacional, que opera no país e nos mercados chileno, uruguaio e argentino. O valor do negócio não foi divulgado uma vez que a confidencialidade está prevista em contrato.

O diretor do Grupo Gafor, Sergio Maggi Júnior, explica a iniciativa, reforçando que a empresa dará continuidade ao processo de aquisições. “Faz tempo que acompanhamos a evolução do mercado. Analisamos o segmento de transporte e vimos que estávamos bem posicionados para ser um dos consolidadores”, diz. Alguns fatores, na opinião do executivo, contribuem para que a empresa assuma este papel. “Temos uma sucessão familiar definida, não há disputa de poder, conhecemos o mercado e nosso management é definido”, afirma.

Exterior

Quanto às atividades em países vizinhos não há segredos para a empresa, uma vez que ela também atua fora do Brasil. Maggi conta que a Gafor Logística – uma das linhas de negócio do Grupo – opera há 15 anos no mercado internacional, porém, o diretor reconhece que as operações eram realizadas de maneira discreta no Chile e na Argentina. Já o Uruguai, é um mercado inédito que será trabalhado a partir desta aquisição. “A princípio, o nome DM será mantido, uma vez que a empresa possui um nome muito forte nestes países”, salienta.

Quanto às estruturas operacionais, Maggi revela que nada está definido. “Estamos avaliando como será a integração com as operações da DM”, resume. O executivo admite que a idéia é analisar qual a melhor estrutura a ser mantida. “Na Argentina, por exemplo, temos uma unidade da Gafor e uma da DM que transformaremos em apenas uma”, informa. No Brasil, a política de unificação também será adotada.

O executivo calcula que em seis meses a integração das empresas deveria estar definida. Entretanto, o prazo não é dado como certo, pois o objetivo no Grupo Gafor é realizar o processo de uma maneira tranqüila, sem criar traumas nas companhias. “Tomaremos cuidado com as pessoas e com os clientes. O quadro de funcionários a princípio será mantido. Hoje, somados, temos 3.200 colaboradores”, diz.

Os 500 funcionários da DM merecem atenção. O diretor destaca que o departamento de Recursos Humanos da Gafor já planeja um projeto de integração. “Eu pessoalmente informei a eles que esta é uma etapa de um planejamento maior que estamos vislumbrando”, reforça.

Investimentos

Os investimentos na operação de transporte do Grupo já começaram. Ao todo, R$ 150 milhões foram investidos para a aquisição de equipamentos. Deste total, R$ 40 milhões foram destinados à renovação da frota da DM. “Serão 400 equipamentos para o mercado internacional, basicamente carretas sider para o transporte de carga geral”, informa.

A expectativa para 2008, segundo Maggi, é otimista. A previsão é de que a Gafor Logística e a DM faturem juntas neste ano R$ 500 milhões, aumentando de 5% para 20% a participação do segmento internacional no mix de negócios da companhia. “Temos a certeza de que foi uma aquisição muito boa, pois há muitas sinergias entre as duas operações que poderemos racionalizar. Os princípios das empresas são muito rígidos, são companhias sérias e éticas e quem ganha com isso é o cliente”, define.

www.gafor.com.br

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!