Domingo, 22 de abril de 2018
Dólar R$ 3,41
Euro R$ 4,19
Tecnologística no LinkedIn
Quinta-feira, 17 de janeiro de 2008 - 14h21
Randon completa plano de investimentos

Empresa investiu R$ 100 milhões em 2007 na área de implementos

 A Randon S. A. informa que concluiu, em 2007, uma das fases de maior movimentação de obras em suas instalações, em Caxias do Sul (RS). Os investimentos de R$ 100 milhões, destinados à planta de implementos rodoviários e ferroviários, foram totalmente empregados na ampliação da fábrica, aplicação do novo sistema de cabines de pintura e na instalação de novas máquinas.

Segundo o diretor-executivo da Randon S.A., Norberto Fabris, algumas vantagens já foram notadas após as alterações. A ampliação física da fábrica – construção de um pavilhão de montagem dos implementos de 11.200 metros quadrados – possibilitou, por exemplo, o aumento da capacidade diária de produção em 42%. Hoje, conta o executivo, são fabricados 100 implementos por dia, contra 70 antes da obra. “Neste local estamos montando carretas frigoríficas, finalizando-as e realizando a revisão das outras linhas”, diz. A linha de Ecoplate, painel utilizado nas tampas laterais das carretas graneleiras, também é produzida neste novo espaço.

Fabris salienta que o aumento na área permitiu, também, a mudança do layout interno e   melhorias do fluxo interno da empresa. “Transferimos as linhas de montagem para este pavilhão e liberamos outros para a produção de novos equipamentos, como vagões”, explica. Segundo o diretor, o remanejamento ampliou significativamente a capacidade de produção.

Outro benefício gerado após a aplicação dos recursos foram as três novas cabines de pintura que aumentaram a capacidade dos serviços em 20%. Construídas em uma área de três mil metros quadrados e destinadas a produtos especiais com até 20 metros de comprimento, como vagões, carretas carrega-tudo e carretas-silo. Os destaques das cabines são os elevadores autocomandáveis, equipamentos que permitem ao operador definir variadas posições para a aplicação da tinta.

Equipamentos

O executivo da Randon explica ainda que parte dos recursos foi aplicada na atualização tecnológica da linha de produção, com a aquisição de máquinas e sistemas informatizados que aceleram e padronizam a fabricação. Entre os maquinários, o diretor ressalta a desbobinadeira. “Antes comprávamos as chapas de aço já cortadas em placas ou em bobinas e mandávamos desbobinar em terceiros. Com a aquisição desta máquina, realizamos o trabalho internamente e obtivemos um melhor acabamento do produto e redução no tempo de produção”, conta.

As ações vão além. O diretor anuncia que o foco da companhia será a automação industrial. De acordo com ele, algumas estações de implementos da Randon, como a área de pré-montagem, já trabalham com robótica. Prensas, máquinas de corte a laser e corte a plasma também estão previstos para aquisição. “Todos estes investimentos serão feitos para ampliar a capacidade produtiva”, completa.

www.randon.com.br

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!