Terça-feira, 23 de outubro de 2018
Dólar R$ 3,69
Euro R$ 4,24
Tecnologística no LinkedIn
Segunda-feira, 23 de novembro de 2009 - 14h41
Anunciada a criação de nova ferrovia

A atual Ferroeste será incorporada pela Ferrosul em um projeto único que interligue a região sul e o Mato Grosso do Sul

Foi anunciada, durante a Feira Negócio nos Trilhos, a criação da Ferrosul, que deverá interligar os três estados da região Sul e o Mato Grosso do Sul à Ferrovia Norte-Sul, cujo projeto chega, na realidade, até o interior de São Paulo. A proposta é que a nova linha férrea incorpore a atual Ferroeste, propriedade do governo paranaense, e seja controlada pelo Codesul – Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul, órgão que reúne os quatro estados envolvidos.

Em reunião realizada no último dia 18, em Campo Grande (MS), o Codesul comprometeu-se em criar um grupo de trabalho, com representantes dos quatro estados, em até 30 dias, para que então se dê início à estruturação da proposta e implantação do projeto. O plano inclui, além da construção de novos trechos, a restauração de outros já existentes, uniformizando a malha em bitola larga. Segundo Samuel Gomes, presidente da Ferroeste, a previsão de início das obras é 2011.

Para promover efetivamente a integração da região, grande produtora de grãos e carne frigorificada, aos portos do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, estão previstos terminais intermodais estratégicos. “Em Cascavel (PR), já temos uma área de 1,7 milhão de metros quadrados reservada para isso, e estamos cedendo espaço físico para as empresas que quiserem se estabelecer ali. Nos próximos seis meses, Bunge, Cargill e outras companhias com quem estamos em negociação, já deverão estar instaladas”, garante Gomes. 

Além de recursos estaduais e aportes do BNDES, Gomes acredita que o governo federal poderá investir na Ferrosul através da Valec Engenharia, Construções e Ferrovia, empresa vinculada ao Ministério dos Transportes. “A Valec já é sócia da Ferroeste. Uma das alternativas para esse investimento federal seria aumentar a participação acionária da Valec na nossa companhia, o que na prática, vai significar maior controle acionário da ferrovia a ser criada”, explica.

www.ferroeste.pr.gov.br

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!