Quinta-feira, 18 de outubro de 2018
Dólar R$ 3,68
Euro R$ 4,24
Tecnologística no LinkedIn
Quarta-feira, 31 de março de 2010 - 15h25
Silotec terceiriza parque de empilhadeiras

Meta é flexibilizar a gestão e aumentar a produtividade

A Silotec – Companhia de Transportes e Armazéns Gerais fechou, no início do mês de março, um acordo a fim de terceirizar seu parque de empilhadeiras. A estratégia consistiu em comercializar junto a um parceiro suas 12 máquinas próprias. A companhia conta, ainda, com cinco máquinas alugadas em operação. O valor da venda não pode ser revelado. O contrato de terceirização tem duração de três anos.

O supervisor de Suprimentos e Manutenção da Silotec, Tiago Daniel, conta que a decisão surgiu após a empresa verificar um alto índice de máquinas paradas para a realização de manutenções preventivas não programadas. “Por dia, tínhamos três equipamentos próprios fora de operação”, revela.

O supervisor conta que a atual frota de empilhadeiras da Silotec, com idade média de cinco anos e multimarcas, será gradativamente substituída. “Na primeira semana de abril já receberemos quatro novas máquinas e as demais estarão em operação a partir de julho”, garante. A empresa agora responsável por gerir a frota da Silotec também disponibilizará duas empilhadeiras reservas. A idade média cairá para um ano.

Daniel está otimista. Para ele, a ação irá gerar ganho de produtividade, otimização da frota e redução nos custos. Ele revela um número. “Por mês gastávamos R$ 50 mil em manutenção. Agora, este custo será zerado”, comemora. Há outras vantagens. O executivo destaca que a terceirização agilizará a aquisição e administração do estoque de peças. Além disso, trará flexibilidade na gestão da frota. “Caso haja aumento na produção tenho a possibilidade de locar mais máquinas”, afirma.

Os equipamentos serão aplicados no Porto Seco e no centro de distribuição da Silotec, ambos em Cariacica (ES). As novas máquinas são da marca Toyota e possuem características variadas. São duas elétricas com capacidade para 1,6 tonelada, duas GLP, uma de sete e outra de cinco toneladas, e o restante a combustão com capacidades que variam entre 2,5 e três toneladas.

www.silotec.com.br

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!