Sábado, 20 de janeiro de 2018
Dólar R$ 3,20
Euro R$ 3,90
Tecnologística no LinkedIn
Sexta-feira, 25 de maio de 2012 - 12h39
ABB fecha contrato no valor de US$ 18 milhões para equipar navios que atuarão em operações off-shore
Embarcações irão atuar na costa brasileira operando na conexão dos poços submarinos com estações flutuantes para a Petrobrás

A ABB, empresa especializada em tecnologia de energia e automação, fechou um contrato, no primeiro trimestre deste ano, no valor de US$ 18 milhões com a Daewoo Shipbuilding and Marine Engineering (DSME) para fornecer sistemas de propulsão elétrica e de energia para dois novos navios de instalação de dutos em águas profundas que farão parte da infraestrutura de transporte do óleo oriundo de operações fora da costa brasileira.

O estaleiro sul-coreano Daewoo será o responsável pela construção dos navios. As embarcações serão utilizadas para conectar os poços submarinos com instalações flutuantes em profundidades de até 2500 metros ao longo da costa do Brasil. Os serviços serão prestados à Petrobrás.

Os navios foram encomendados por uma joint-venture entre a empresa francesa Technip e a brasileira Odebrecht Oil & Gás. Os projetos foram desenvolvidos pela finlandesa Wärtsilä Ship Design, que projetou o novo VS 4146 PLV, com capacidade de tensão de 550 toneladas para o lançamento das linhas flexíveis, com foco na otimização do consumo de combustível e na eficiência das operações.

A ABB irá fornecer os conversores de frequência, motores e geradores, painéis de distribuição de energia em média tensão, transformadores e softstarters. Tudo isso proporcionará eficiência e confiabilidade ao sistema elétrico dos navios. Os equipamentos da empresa contribuirão, ainda, para a redução do consumo de combustível das embarcações.

“O expertise da ABB no setor de óleo e gás, suas comprovadas soluções para a indústria naval e experiência em operações submarinas atendem às necessidades do crescente mercado de serviços de instalações nesse segmento”, comentou Veli-Matti Reinikkala, diretor mundial da divisão da Automação de Processos da ABB.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!