Terça-feira, 23 de outubro de 2018
Dólar R$ 3,69
Euro R$ 4,24
Tecnologística no LinkedIn
Quinta-feira, 6 de setembro de 2012 - 12h46
ArcelorMittal Tubarão adota novo modal
Transporte ferroviário de contêineres já tirou 15.250 caminhões das estradas desde 2010

Em junho de 2010, a siderúrgica ArcelorMittal Tubarão, localizada no Espírito Santo, decidiu investir no modal ferroviário para transportar contêineres com cargas de calcário entre o Espírito Santo e Minas Gerais. Hoje, a empresa colhe os frutos da adoção do modal.

O projeto, inédito no País, apresenta a vantagem de movimentar grandes volumes com mais eficiência – como é caso do calcário, que demanda um transporte mensal 22 mil toneladas – além de evitar a emissão de CO2 na atmosfera. A empresa calcula que até junho deste ano, 15.250 caminhões já deixaram de circular pelas estradas capixabas e mineiras evitando a emissão 3.588 mil toneladas de CO2.

Outra vantagem que a intermodalidade trouxe foi o aumento da segurança no trânsito, com o menor número de carretas de grande peso circulando nas rodovias – uma média de 30 por dia. A degradação do calcário ainda atingiu níveis mínimos, abaixo de 3%.

Para a concepção do projeto, a ArcelorMittal Tubarão investiu na construção de um terminal em sua unidade, no município de Serra (ES), onde os contêineres são retirados do vagão por um top loader ou um reach stacker, e enviados para descarga. Desde abril de 2010, mais de 13 mil contêineres já foram descarregados na unidade.

Por conta do sucesso da operação, a ArcelorMittal Tubarão revela planos de diversificar os produtos transportados nos contêineres. A empresa está realizando ainda investimentos de R$ 600 mil em obras de expansão dos terminais de carga tanto em Minas Gerais quanto no Espírito Santo, com previsão de conclusão para a segunda quinzena de setembro de 2012.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!