Terça-feira, 23 de janeiro de 2018
Dólar R$ 3,20
Euro R$ 3,92
Tecnologística no LinkedIn
Segunda-feira, 29 de outubro de 2012 - 11h31
GR Properties inaugura novo condomínio logístico em Campinas
Empreendimento com certificação Green Building demandou investimentos de R$ 75 milhões

A desenvolvedora de empreendimentos imobiliários GR Properties inaugurou, no dia 26 de outubro, o condomínio logístico GR Campinas 2. Localizado próximo ao aeroporto de Viracopos na cidade de Campinas em São Paulo, o projeto apresenta fácil acesso ao interior paulista, ao porto de Santos e à região sul de Minas Gerais. Ao todo, foram investidos R$ 75 milhões.

O novo condomínio está situado a cerca de um quilômetro de distância do GR Campinas, entregue em janeiro deste ano. À época do anúncio do GR Campinas 2, em setembro de 2011, o sócio-diretor da GR Properties, Guilherme Rossi, indicou que a demanda de clientes no primeiro condomínio justificavam os investimentos no novo empreendimento. “Chegamos ao ponto de ter fila de espera por módulos. Por isso decidimos construir um novo condomínio na mesma região”, disse.

O GR Campinas 2 está localizado em um terreno de 72.000 m² e conta com 36.540 m² de área construída. A estrutura permite a ocupação flexível de até 21 módulos a partir de 1.740 m², com possibilidade de utilização de área técnica externa. Os módulos terão piso de alta resistência nivelado a laser e quatro docas elevadas cada. Além disso, as unidades contarão com mezanino para escritórios, copa, caixa d’água individual, isolamento termoacústico, iluminação zenital e renovadores de ar.

Todo o projeto seguiu normas internacionais exigidas pelo United States Green Building Council (USGBC), para obtenção do selo Leadership in Energy and Environmental Design (Leed). A certificação é concedida a construções que provocam baixo impacto ambiental. “Hoje, as empresas já incluíram a responsabilidade ambiental em suas agendas e, por isso, procuram se instalar em locais que permitam que esse pensamento seja posto em prática”, explica Rossi. Entre os requisitos para obtenção do selo verde estão a gestão de resíduos da obra, redução no consumo de água, eficiência energética, depósito de recicláveis, controle de fumaça, utilização de madeira certificada, iluminação natural e possibilidade de acesso por meio do transporte público.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!