Terça-feira, 23 de janeiro de 2018
Dólar R$ 3,20
Euro R$ 3,92
Tecnologística no LinkedIn
Quinta-feira, 21 de março de 2013 - 15h34
Sul de Minas ganha seu primeiro Redex
Complexo Industrial Japy passa a atuar como recinto especial para despacho aduaneiro

O Complexo Industrial Japy, localizado na cidade de Guaxupé (MG) e pertencente à Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé (Cooxupé), inaugurou, no dia 19 de março, seu recinto especial para despacho aduaneiro de exportação (Redex), o primeiro da região sul de Minas Gerais.

A disponibilização da estrutura para viabilizar a operação do Redex – que ocupa uma das salas da administração do complexo – foi realizada por parte da cooperativa, que desde 2008 solicitava a criação do recinto para auxiliar nas exportações de mercadorias da região, tanto de café quanto outros produtos. A intenção é proporcionar mais agilidade aos processos, além de reduzir substancialmente os custos com logística, oferecendo serviços inerentes ao despacho com certificação pelas autoridades aduaneiras.

Além disso, a novidade pode ajudar a desafogar o Porto de Santos em relação aos trabalhos de inspeção e fiscalização de cargas conteinerizadas. De acordo com o delegado-adjunto da Receita Federal do Brasil em Poços de Caldas (MG), Carlos Augusto Nogueira, agora as mercadorias chegarão ao porto prontas para serem despachadas. Todas as exportações da região são realizadas pelo Porto de Santos, situado a 376 km de Guaxupé.

O presidente da Cooxupé, Carlos Alberto Paulino da Costa, conta que a inauguração do Redex é a concretização de um sonho da cooperativa, mas visa projetos ainda maiores. Segundo ele, a intenção é fazer com que o complexo se torne um porto seco, facilitando não apenas os processos de exportação, mas operando com importações também.

A cerimônia de inauguração contou com a presença de diretores e colaboradores da Cooxupé, além de autoridades da Receita Federal e do Ministério da Agricultura.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!