Sábado, 21 de abril de 2018
Dólar R$ 3,41
Euro R$ 4,19
Tecnologística no LinkedIn
Terça-feira, 16 de abril de 2013 - 14h38
Novos equipamentos aumentam produtividade em Chibatão
RTGs reduziram em 54% o tempo de movimentação de contêineres no Terminal Portuário de Manaus

No último mês de março, o Terminal Portuário Chibatão, localizado em Manaus, registrou redução de 54% no tempo de movimentação dos contêineres. Antes, remover um contêiner da embarcação era uma operação que levava, em média, uma hora, agora ocorre em 28 minutos.

Esse novo tempo foi verificado entre os dias 25 de fevereiro e 26 de março, período correspondente ao primeiro mês de operação plena dos seis guindastes RTG (Rubber Tire Gantry Cranes) adquiridos pela empresa no segundo semestre de 2012 para toda a movimentação de contêineres, do desembarque ao armazenamento no pátio e, depois, para os caminhões e carretas que os levarão ao cliente final.

Para o Gestor do Terminal Portuário Chibatão, Jhony Fidelis, esse tempo poderá ser ainda menor nos próximos meses, considerando que os operadores ainda estão adquirindo prática no manejo dos novos equipamentos, destacando que a política da empresa é de valorizar e treinar a mão de obra local.

O Terminal Portuário Chibatão, que ao longo de 2013 continuará investindo na modernização da estrutura e dos equipamentos, depois dos R$ 80 milhões de 2012, é responsável pela movimentação de dois terços de todas as cargas importadas e exportadas pelo estado do Amazonas, em navios de longo curso para outros países e de cabotagem para o litoral brasileiro e o Mercosul.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!