Quarta-feira, 25 de abril de 2018
Dólar R$ 3,46
Euro R$ 4,23
Tecnologística no LinkedIn
Sexta-feira, 26 de abril de 2013 - 12h00
Divisão de Fixadores da Alcoa passa a utilizar CD em São Paulo
Produtos importados dos EUA terão espaço de estocagem em estrutura já utilizada pela companhia

A Divisão de Fixadores da Alcoa passou a contar, neste mês de abril, com uma área de armazenagem em São Paulo. Os produtos – sistemas de fixação mecânica de alto desempenho para a indústria, com destaque para o segmento aeroespacial – serão estocados em um espaço de 180 m² no centro de distribuição alugado pela companhia há 25 anos no bairro da Barra Funda, Zona Oeste da capital paulista.

Com a utilização do CD, os produtos poderão ser estocados no país, facilitando a logística e proporcionando um atendimento mais ágil aos clientes brasileiros. A unidade, que chegou no Brasil no segundo semestre de 2012, desenvolve produtos das marcas Huck, Marson, Camloc, Recoil, Snep e Simmonds.

De acordo com o gerente Comercial da Divisão de Fixadores da Alcoa na América do Sul, Leonardo Carvalhaes, alguns itens chave serão mantidos em estoque, enquanto outros continuarão a ser importados dos Estados Unidos sob demanda.

O CD possui uma área total de 1.800 m² e pé direito de 8 m. Com capacidade para armazenar 500 toneladas dos produtos laminados da companhia, como folhas, chapas e telhas, o espaço já conta com equipamentos de movimentação que serão compartilhados com as operações realizadas na área destinada aos fixadores.

“As atividades que já eram exercidas no CD são 100% realizadas pelos funcionários da Alcoa. Com a entrada da Divisão de Fixadores, teremos algumas operações internas geridas por funcionários da companhia e outras por colaboradores terceirizados”, explica Carvalhaes.

Presente em 30 países, a Alcoa possui operações na América Latina desde os anos 1950. No Brasil, a companhia atua em toda a cadeia produtiva do alumínio, desde a mineração da bauxita até a produção de transformados em seis unidades produtivas e três escritórios distribuídos no Maranhão, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Santa Catarina, São Paulo e Distrito Federal.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!
Notícias relacionadas