Segunda-feira, 20 de janeiro de 2014 - 15h14
Sulista cresce 17% no acumulado de 2013
Transportadora encerra o ano superando as expectativas de crescimento de receita

A Sulista, transportadora especializada em logística automotiva que completou 30 anos em 2013, encerrou o ano com um crescimento de 17% na receita em comparação com o acumulado de 2012. Sem revelar os valores, a empresa informa que o número superou a expectativa de 15% projetada no final do primeiro do semestre.

A Sulista transportou, durante os 12 meses de 2013, um total de 266 mil toneladas de cargas nos estados atendidos (Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais), resultando em um acréscimo de 18% em relação ao volume movimentado no ano anterior. A empresa atribui o crescimento, em grande parte, aos atuais clientes, que contrataram novas rotas e ampliaram o leque de serviços.

Porém, de acordo com a diretora executiva Josana Teruchkin, além do foco na melhoria contínua dos processos e do bom atendimento, a Sulista investe seus esforços também na conquista de negócios. Exemplo disso é que, no final de 2013, a transportadora fechou um contrato com a fabricante de assentos para veículos comerciais e molas técnicas Isringhausen.

Parte do Grupo Aunde, a empresa sediada na Alemanha está presente também em Luxemburgo, Espanha, Portugal, Inglaterra, México, Brasil, África do Sul, Itália, Turquia, Índia, Austrália, Polônia, Hungria, China e Estados Unidos e destina seus produtos a caminhões, ônibus, vans, pick-ups, trens, barcos e máquinas de construção.

A Sulista abastecerá as montadoras Volvo, Daf e Paccar realizando, inicialmente, a rota entre a sede da Isringhausen, em Fazenda Rio Grande (PR), e São Paulo. Em breve a transportadora assumirá também a rota entre o município paranaense e Joinville (SC). De acordo com o supervisor de Compras da empresa, Tiago Moreira, a Sulista foi escolhida devido à boa estrutura e excelência logística, além do preço competitivo.

Sediada em Curitiba, a transportadora possui oito unidades operacionais localizadas em Quatro Barras (PR), Araucária (PR), São Bernardo do Campo (SP), Caçapava (SP), São José dos Campos (SP), Cruzeiro (SP), Porto Real (RJ) e Pouso Alegre (MG), além de dois armazéns em São Bernardo do Campo e Resende (RJ). Com investimentos de R$ 410 milhões, a sede da empresa deve mudar, ainda em 2014, para São José dos Pinhais (PR).