Domingo, 22 de abril de 2018
Dólar R$ 3,41
Euro R$ 4,18
Tecnologística no LinkedIn
Segunda-feira, 19 de maio de 2014 - 13h20
MAN aplica picking by voice no abastecimento de linha
Com aporte de R$ 1,2 milhão, tecnologia chega para aprimorar os processos logísticos na fábrica da montadora

A MAN Latin America, fabricante dos caminhões e ônibus Volkswagen e caminhões MAN, passou a utilizar, neste mês de maio, a tecnologia picking by voice nas operações com peças que abastecem sua fábrica localizada em Resende (RJ).

A companhia investiu R$ 1,2 milhão na novidade. De acordo com a própria MAN, esta é a primeira vez que uma montadora aplica a tecnologia no Brasil. Dentre os benefícios estão uma maior assertividade no envio das peças para a linha de montagem, ganho de produtividade e diminuição nos custos.

Agora, as mais de 70 mil peças que chegam diariamente à fábrica são separadas por meio de comandos de voz. A técnica permite ao responsável pela separação utilizar somente um fone de ouvido, que é acionado por uma senha pessoal. Automaticamente, o sistema identifica onde foi finalizada a última atividade e informa a continuidade dos pedidos. Assim, o operador permanece com as mãos livres para trabalhar com mais rapidez e precisão.

“A logística vem evoluindo e obtendo cada vez mais um papel de extrema estratégia para as empresas. Com esta nova tecnologia por comando de voz teremos resultados muito mais assertivos e rápidos para atender nossa demanda, além de aumentar a produtividade na esfera logística”, destaca o vice-presidente de Produção e Logística da MAN Latin America, Adilson Dezoto. “Este conceito não se aplica apenas na separação de peças. Ele pode ser utilizado em todo fluxo logístico e até junto a outros sistemas”, completa o executivo.

Antes de a tecnologia picking by voice entrar em ação, os mais de 100 colaboradores das áreas Operacional e Administrativa passaram por treinamentos e workshops com a empresa responsável pela novidade. “Nosso objetivo é garantir a máxima performance da cadeia logística, por isso todos devem conhecer a ferramenta. Além disso, teremos ganhos significativos de inventário, pois o sistema nos permitirá ter maior controle das peças estocadas”, finaliza Dezoto.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!