Segunda-feira, 16 de julho de 2018
Dólar R$ 3,85
Euro R$ 4,50
Tecnologística no LinkedIn
Segunda-feira, 30 de junho de 2014 - 15h01
DB Schenker realiza logística para o museu da Gucci
Companhia anuncia ainda a expansão de suas atividades na África

A DB Schenker foi o provedor logístico escolhido para realizar o transporte dos itens da grife italiana Gucci expostos no Gucci Museo Forever Now Exhibition, que aconteceu entre os dias 28 de maio e 22 de junho no Shopping JK Iguatemi, em São Paulo.

O museu está localizado na Piazza della Signoria, na cidade de Florença, na Itália. Todas as peças da exposição, que inclui roupas, sapatos, bolsas e artigos para venda, como canecas e marcadores de livros, entre outros souvenires, foram transportados pela DB Schenker pelo modal aéreo.

A operação aconteceu na modalidade porta a porta, com a companhia realizando todas as atividades relacionadas ao transporte desde a origem até o destino final, incluindo o desembaraço alfandegário. Os estudos para a vinda do Gucci Museo para o Brasil tiveram início em novembro de 2013 e as operações logísticas começaram em março deste ano.

A DB Schenker foi responsável também pelo retorno dos itens à Itália após o término da exposição brasileira. “Estamos muito orgulhosos e honrados em sermos os responsáveis pela logística de um evento tão importante”, diz o presidente da companhia no Brasil, Roberto Moreno, destacando a importância da marca Gucci no cenário mundial da moda, mercado em que a DB Schenker atende a vários clientes.

África

Neste mês de junho a companhia expandiu sua atuação no continente africano com a integração da empresa angolana Bochimar Logistics, agente local da Schenker Portugal em Angola desde dezembro de 2005. Os valores envolvidos na negociação não foram divulgados.

A Bochimar oferece serviços nas modalidades rodoviária, aérea e marítima como consolidação, desconsolidação e armazenagem de mercadorias e contêineres, transporte porta a porta e despacho aduaneiro. Em 2013, a empresa movimentou mais de 3.400 contêineres no transporte marítimo e 1.100 toneladas de mercadorias pelo modal aéreo.

“Este processo irá fortalecer nossa presença em Angola e garantirá um transporte inovador e eficiente em termos de custos e soluções logísticas de uma única fonte’, diz Philippe Gilbert, diretor da Região Oeste Europeia da DB Schenker, responsável também pelos países da África Ocidental.

Além disso, a DB Schenker estabeleceu, no dia 1º de junho, uma filial em Maputo, capital do Moçambique. O escritório é uma filial da Schenker South Africa e está pronto para lidar com os mais variados tipos de transportes aéreo e marítimo, bem como projetos de petróleo e gás, segmento no qual a companhia pretende expandir a oferta de serviços, de acordo com Gilbert.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!