Sábado, 20 de outubro de 2018
Dólar R$ 3,71
Euro R$ 4,28
Tecnologística no LinkedIn
Quinta-feira, 7 de agosto de 2014 - 11h03
MWJ tem novo CD em Louveira
Unidade preparada para operar com cargas secas, resfriadas e congeladas já armazena chocolates e peixes

A MWJ Logística inaugurou, em junho, seu novo centro de distribuição localizado na cidade de Louveira, no interior do estado de São Paulo, com fácil acesso às rodovias Bandeirantes e Anhanguera. Situada dentro de um condomínio logístico, a estrutura está preparada para operar com cargas secas, resfriadas e congeladas.

Com 10.000 m² de área destinada à armazenagem de até 6 mil posições-palete, pé-direito de 10 m, capacidade do piso para 12 toneladas, cinco câmaras frias com temperaturas que podem variar de -50ºC a -30ºC e quatro túneis de congelamento, o espaço conta ainda com cinco docas, sendo duas delas apropriadas para operações com contêineres.

No local, que opera com 20 transpaleteiras e duas empilhadeiras elétricas, a MWJ realiza atividades de recebimento, carga e descarga, distribuição dedicada e fracionada, armazenagem de cargas paletizadas e batidas, cross-docking, picking e conferência.

A empresa já atua com cargas de dois clientes no novo CD, armazenando chocolates e peixes. Segundo o diretor da empresa, Mauricio Jacintho, a unidade está totalmente preparada para receber novos produtos. “Estamos aptos a atender embarcadores da cadeia do frio, alimentos, eletroeletrônicos, portáteis e varejo”.

Além do controle de qualidade dos produtos e das embalagens com fiscalização e autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e também do Serviço de Inspeção Federal (SIF) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o CD da MWJ conta com inspeções realizadas por uma veterinária especializada no controle de qualidade de carnes.

Ainda segundo Jacintho, a inauguração da unidade representa a primeira iniciativa de uma estratégia de investimentos que a MWJ realizará em 2014. “Pretendemos ainda neste ano estabelecer mais duas novas estruturas, uma no Sul e outra no Sudeste do país”, completa o executivo, sem revelar mais detalhes.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!