Sábado, 20 de janeiro de 2018
Dólar R$ 3,20
Euro R$ 3,90
Tecnologística no LinkedIn
Segunda-feira, 25 de agosto de 2014 - 10h25
DB Schenker realiza transporte multimodal entre China e Brasil
A combinação dos meios de transporte por vias ferroviária, rodoviária e aérea proporcionou redução no tempo de entrega

A DB Schenker, provedora de serviços logísticos, divulgou, no início de agosto, o uso, até então inédito para a empresa, do transporte de cargas pelos modais ferroviário, rodoviário e aéreo combinados para um único cliente. O objetivo foi organizar a entrega para um fabricante de eletrônicos da China para a América do Sul.

No total, 21 toneladas de itens para telefones celulares atravessaram os continentes via ferrovia a partir de Chongqing, na China central, para Duisburg, na Alemanha, passando pelo Cazaquistão, Rússia, Belarus e Polônia. O passo seguinte foi uma viagem de caminhão para o aeroporto de Frankfurt, de onde a DB Schenker enviou a carga para o Brasil.

O envio foi rotulado, radiografado e embalado de forma segura pelo hub central da DB Schenker no aeroporto de Frankfurt, de onde foi embarcado para o seu destino final no Brasil. A empresa também se encarregou dos devidos processos de desembaraço aduaneiro.

Essa foi uma solução desenvolvida com o objetivo de diminuir o tempo de trânsito, que inicialmente com os modais marítimo e rodoviário levaria em torno de 55 a 60 dias, e com o modal misto incluindo o ferroviário e aéreo foi de 24 dias. O serviço personalizado é indicado para clientes que precisam de tempos de entrega menores que o apresentado pelo transporte marítimo, mas não querem arcar com os custos mais altos do transporte apenas aéreo.

“Esta primeira movimentação de sucesso combinando os transportes ferroviário, rodoviário e aéreo mostrou o potencial de crescimento da logística multimodal”, disse Daniel Wieland, Head of Rail Logistics & Forwarding na DB Schenker Logistics. Thomas Mack, Head of Global Air Freight, acrescentou: “Estamos muito orgulhosos de assumir o pioneirismo dessa opção de transporte para o mercado na América Latina”.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!