Terça-feira, 25 de setembro de 2018
Dólar R$ 4,08
Euro R$ 4,81
Tecnologística no LinkedIn
Quarta-feira, 29 de outubro de 2014 - 9h57
Grupo Chibatão adquire dez novos RTGs
Equipamentos garantem otimização nas operações com cargas do PIM

O Porto Chibatão, complexo portuário manauara pertencente ao Grupo Chibatão, adquiriu dez novos RTGs da marca Liebherr com o objetivo de otimizar a movimentação de cargas do Polo Industrial de Manaus (PIM).

Os novos equipamentos começaram a desembarcar no porto na segunda quinzena deste mês de outubro e devem estar 100% operacionais no primeiro trimestre de 2015. Com mais de 30 metros de altura, os guindastes são capazes de deslocar, por meio de um sistema de cabos de içamento, qualquer contêiner, mesmo que ele esteja no meio da pilha, sem a necessidade de movimentar outras unidades.

Dessa maneira, mesmo no pior dos cenários, o RTG terá apenas quatro remoções de contêineres para realizar. A companhia estima que uma operação que levaria cerca de uma hora e meia para ser concluída, passe a ser realizada em aproximadamente dez minutos.

O porto já conta com outros seis equipamentos do mesmo tipo em operação. “Cada novo guindaste substitui três empilhadeiras atualmente utilizadas para a mesma tarefa”, explica o gestor do Grupo Chibatão, Jhony Fidelis. De acordo com ele, o investimento faz parte do pacote de modernização que a companhia vem promovendo. Os valores investidos não foram revelados.

“Além de reduzir o tempo nas operações, também teremos redução na área ocupada por contêineres nos pátios do terminal", analisa o executivo, lembrando os RTGs possibilitam um aumento de cinco para seis no número de contêineres empilhados em cada coluna.

O Porto Chibatão apresentou um crescimento de 23,18% na movimentação de contêineres de janeiro a setembro deste ano na comparação com o mesmo período de 2013. O grupo é responsável atualmente por mais de dois terços das cargas que chegam e saem de Manaus por navegação de longo curso e cabotagem.

Hoje são movimentados 23 mil contêineres por mês no complexo portuário, mas a previsão é que esse número salte para 28 mil ainda em 2014 devido ao aumento no volume de cargas do PIM no final do ano.

Crédito imagem: Carla Lima

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!