Quinta-feira, 13 de dezembro de 2018
Dólar R$ 3,88
Euro R$ 4,41
Tecnologística no LinkedIn
Quarta-feira, 5 de novembro de 2014 - 10h35
Actros 4160 estreia no Brasil em operação da Megatranz
Veículo customizado para atender às demandas da transportadora carregou peça de 300 toneladas

A Megatranz, empresa especializada no transporte de cargas indivisíveis, superpesadas e superdimensionadas, realizou, no mês de setembro, a primeira operação brasileira com um caminhão extrapesado Actros 4160 SLT 8x8, da Mercedes-Benz.

Com capacidade máxima de tração (CMT) de 500 toneladas, característica inédita no Brasil até então, o veículo foi utilizado no transporte de um motor pesando aproximadamente 300 t a partir do Porto do Pecém, na Região Metropolitana de Fortaleza, até uma usina termoelétrica no município cearense de Maracanaú.

Megatranz e Mercedes capa

Na operação, o Actros tracionou um reboque modular hidráulico com 24 eixos e 192 pneus. Considerando caminhão e carreta, o conjunto chegou a quase 50 metros de comprimento. O transporte foi realizado em dois dias.

Fabricado na Alemanha, o veículo foi especialmente preparado pelos engenheiros da Mercedes para atender às demandas da Megatranz e as características do transporte de cargas indivisíveis superpesadas no Brasil. “Isso resultou em um caminhão extremamente forte, robusto e resistente”, destaca o diretor de Vendas e Marketing de Caminhões da Mercedes-Benz do Brasil, Gilson Mansur.

“A introdução do Actros 4160, que possui o dobro da CMT dos caminhões tratores até então existentes no mercado nacional, propicia o transporte de cargas superpesadas com mais segurança operacional e com maior desempenho e produtividade, reduzindo o tempo de cada viagem, além da vantagem de eliminar o sistema push-pull, com um segundo caminhão trator”, destaca Henrique Zuppardo, presidente da Megatranz Transportes.

O executivo afirma que a adequação do Actros para o perfil do transporte superpesado no Brasil é fruto de uma grande sinergia entre a Mercedes-Benz e a Megatranz. “Isso resultou em um produto tropicalizado para as condições das rodovias brasileiras, com inovação tecnológica que proporciona segurança e produtividade às nossas operações de transporte”.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!