Quinta-feira, 19 de julho de 2018
Dólar R$ 3,84
Euro R$ 4,47
Tecnologística no LinkedIn
Quinta-feira, 27 de novembro de 2014 - 13h19
VLI agrega locomotivas de bitola métrica à malha
Companhia adquiriu 16 equipamentos, mais eficientes em operações extremas

A VLI iniciou, neste mês de novembro, as operações com as locomotivas de tecnologia AC de bitola métrica, fabricadas pela Electro-Motive Diesel (EMD), em Sete Lagoas (MG). Ao todo, a companhia adquiriu 16 máquinas modelo EMD GT46AC, quatro já aplicadas à malha. A expectativa é de que até fevereiro de 2015 todas as locomotivas estejam circulando pelo Corredor Centro-Sudeste da VLI, que liga Goiás ao Porto de Santos (SP), passando pelo Triângulo Mineiro e interior de São Paulo.

A utilização das máquinas em uma das principais rotas de exportação do Brasil tem como objetivo trazer ganhos para as operações logísticas. Segundo o diretor de Operações Ferroviárias da VLI, Rodrigo Ruggiero, a tecnologia AC permite a circulação das locomotivas de forma mais eficiente em condições extremas, como curvas estreitas e rampas muito inclinadas, reduzindo os impactos na circulação e manutenção dos trens. “A VLI está em constante busca por inovação e produtividade, desenvolvendo em conjunto com nossos fornecedores alternativas mais eficientes para a operação. Esta nova locomotiva sem dúvida alguma é um grande passo na transformação da logística do nosso país”, diz.

A principal tecnologia aplicada nessas locomotivas de 4.350 HP é o motor de tração de corrente alternada que, até então, não existia em bitola métrica (1 metro) no Brasil, sendo utilizada apenas em modelos para bitola larga. Essa tecnologia permite um controle eletrônico mais preciso e um aumento de cerca de 50% da capacidade de transporte de duas locomotivas de mesmo peso e potência.

Vale lembrar que antes de agregar os equipamentos à operação a VLI realizou testes de desempenho durante três anos.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!