Terça-feira, 23 de janeiro de 2018
Dólar R$ 3,20
Euro R$ 3,92
Tecnologística no LinkedIn
Quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015 - 9h42
Porto Sudeste obtém autorização de alfandegamento
Licença permite que o terminal fluminense armazene e exporte minério de ferro

O Porto Sudeste obteve, no último mês de janeiro, a autorização do alfandegamento, licença essencial para o início das operações. A permissão concedida pela Secretaria da Receita Federal autoriza que o minério de ferro seja armazenado e exportado. Dentre todos os passos necessários para que fosse autorizado o alfandegamento, o destaque fica por conta da Declaração de Cumprimento (DC), que atesta que o terminal cumpre todas as medidas previstas pelo Código Internacional de Segurança Pública Portuária (ISPS Code).

A estrutura é um terminal portuário privado na Ilha da Madeira, em Itaguaí (RJ). Em fase final de construção, o porto iniciará suas operações no segundo trimestre de 2015. O local foi projetado para movimentar e exportar minério de ferro do Quadrilátero Ferrífero de Minas Gerais para diversos mercados internacionais, possui dois berços de atracação e terá capacidade inicial para movimentar 50 milhões de t por ano, com capacidade de expansão para até 100 milhões de t anuais.

O Porto Sudeste é uma sociedade conjunta do operador de terminais Impala e da Mubadala Development Company, que juntos detêm 65% de participação, tendo a MMX Mineração e Metálicos S.A. 35%.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!