Terça-feira, 24 de abril de 2018
Dólar R$ 3,46
Euro R$ 4,24
Tecnologística no LinkedIn
Quinta-feira, 23 de abril de 2015 - 9h29
VLI inicia transporte de manganês no Corredor Centro-Norte

A VLI iniciou, no primeiro trimestre deste ano, o transporte de manganês pelo Corredor Centro-Norte da companhia. A movimentação do produto foi estabelecida por meio de um contrato firmado com a Mineração Buritirama, sociedade anônima controlada pelo grupo Bonsucex Holding, que tem instalações industriais de lavra e beneficiamento em Marabá (PA).

Trens da VLI transportam a carga do entreposto da cidade paraense até o Porto do Itaqui (MA), passando pela Estrada de Ferro Carajás (EFC) por meio de contrato de capacidade assinado com a Vale. Nesse fluxo operacional, cada composição férrea é formada por aproximadamente 50 vagões. O manganês segue em navios para outras cidades do litoral brasileiro e também para Europa, Ásia e Estados Unidos.

“Trata-se de uma carga estratégica para a VLI, pois o crescimento do volume movimentado consolida as operações da empresa como alternativa para o desenvolvimento do potencial de transporte e negócios da região. A busca por parcerias com novos clientes é uma das nossas frentes de trabalho”, pontua o diretor Comercial da VLI, Fabiano Lorenzi.

Uma operação concluída em janeiro marcou o início da movimentação do produto. Desde então, cerca de 50 mil toneladas do insumo foram transportadas até o Porto do Itaqui por 20 trens. Dois navios já partiram do litoral maranhense levando manganês e, de acordo com a VLI, uma terceira embarcação realizará uma nova operação nas próximas semanas.

A expectativa é que sejam movimentadas 500 mil toneladas do produto por ano, volume que pode aumentar futuramente. O contrato tem vigência de dez anos, com possibilidade de prolongamento por mais dez.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!