Terça-feira, 23 de janeiro de 2018
Dólar R$ 3,20
Euro R$ 3,92
Tecnologística no LinkedIn
Quarta-feira, 23 de setembro de 2015 - 15h57
TQuim passa a realizar armazenagem e se torna operador logístico
Empresa investiu R$ 4 milhões na inauguração de um centro de distribuição em São Bernardo do Campo

A TQuim, empresa que atua há 35 anos no transporte de produtos químicos perigosos e não perigosos a granel e embalados, anunciou neste mês de setembro a ampliação de seu portfólio de serviços, integrando a armazenagem de produtos embalados e a gestão de estoques, transformando-se assim em um operador logístico.

Para isso, investiu R$ 4 milhões em um centro de distribuição com 11.500 m² de área e capacidade para 12.000 posições-palete, localizado na cidade de São Bernardo do Campo (SP), próximo ao Rodoanel e com fácil acesso ao Porto de Santos (SP).

A ideia de ampliar o leque de atividades nasceu da percepção da empresa a respeito do mercado atual. “Muitos armazéns utilizam terceiros no seu transporte. Nossa estratégia foi justamente atuar na integração da operação. Como uma transportadora tradicional, decidimos levar aos nossos clientes e ao mercado a facilidade de armazenagem dos produtos que transportamos, proporcionando às empresas produtividade, redução do transit time e do custo da cadeia de supply chain”, comenta Walter Almeida, diretor-superintendente da TQuim.

De acordo com o executivo, a dinâmica de deslocamento dos produtos pelas transportadoras que operam com CDs de terceiros consome, em média, 40% do tempo diário entre um frete e outro. “O produto, estando em nosso armazém, terá integração direta com nosso transporte, reduzindo o tempo gasto nos deslocamentos e na carga e descarga, o que amplia a capacidade de entrega dos nossos clientes”, explica.

O objetivo da empresa é focar nos setores químico, de produtos orgânicos e inorgânicos; petroquímico, de resinas termoplásticas; mineral e de produtos para limpeza e conservação. Dentre os clientes da TQuim que já estão utilizando o novo CD estão as multinacionais Trínseo, o IMCD Group e a Blue Star. Para gerenciar as operações da estrutura, a empresa investiu na implementação da solução de WMS da Store Automação.

Outro fator envolvido nessa ampliação dos negócios é a possibilidade de oferecer aos clientes um atendimento feito sob demanda. A proposta da TQuim é prover um serviço completo, que inclui a terceirização total das operações, incluindo a gestão do estoque e do faturamento das empresas, controlando todo o processo de documentação para o embarque, o que envolve a emissão das notas fiscais e de certificados diversos, a entrada e a saída das mercadorias no CD e a validade dos itens. A empresa possui know-how também em operações de cross-docking e milk run.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!