Terça-feira, 23 de janeiro de 2018
Dólar R$ 3,20
Euro R$ 3,92
Tecnologística no LinkedIn
Terça-feira, 1 de dezembro de 2015 - 9h21
Terminal Integrador Pirapora bate recorde de movimentação
Neste ano, mais de 22 mil carretas já foram descarregadas no terminal, uma média de 120 veículos por dia

A VLI alcançou a marca de 1 milhão de toneladas de grãos expedidas neste ano no Terminal Integrador (TI) Pirapora, localizado no norte de Minas Gerais. Entre janeiro e o dia 22 de novembro, data em que esse índice de produtividade foi atingido, 439 trens partiram da unidade transportando as cargas até o Porto de Tubarão, em Vitória. No mês de setembro, O TI, que realiza o transbordo rodoferroviário de soja e milho, já havia batido seu recorde de produtividade anual, superando o volume de 704 mil toneladas acumulado em 2014.

Neste ano, mais de 22 mil carretas já foram descarregadas no TI Pirapora, uma média de 120 veículos por dia. A unidade pode armazenar até 44 mil toneladas de grãos. Além disso, atualmente, toda a estrutura de expedição viabiliza o carregamento de um trem com 45 vagões em, no máximo, quatro horas.

O terminal da VLI vem registrando crescimento nos índices de produtividade. Os resultados positivos foram alcançados após uma série de investimentos feitos pela empresa em conjunto com a reestruturação de processos que tornaram as operações mais eficientes. “Em 2014, consolidamos o processo de remodelação do terminal. Com isso, estabilizamos as operações e já conseguimos focar no trabalho voltado a melhorias contínuas dos processos, aumentando a produtividade e os índices de confiabilidade dos equipamentos”, explica o gerente de Operações do TI Pirapora, Douglas Marques.

Em 2011, entrou em funcionamento no terminal o sistema reverse loop, também conhecido como pera ferroviária, que consiste em um trecho de linha férrea com formato semelhante ao da fruta. Essa estrutura praticamente elimina a necessidade de manobras para embarque de carga, garantindo maior eficiência. Com isso, foi possível reduzir o tempo de permanência dos vagões vazios no pátio de 30 horas para menos de 6 horas.

Já em 2013, foram concluídas obras para capacitação e aumento de produtividade do terminal, que propiciaram a ampliação da capacidade de movimentação de 600 para 1.200 toneladas por hora, ou seja, mais de um milhão de toneladas por ano.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!