Domingo, 22 de julho de 2018
Dólar R$ 3,77
Euro R$ 4,42
Tecnologística no LinkedIn
Sexta-feira, 4 de dezembro de 2015 - 13h54
Ibex inicia operações para atender o mercado de e-commerce
Empresa nasce com foco nos pequenos e médios empreendedores

O mercado de e-commerce brasileiro ganhou, neste mês de dezembro, um novo provedor de serviços logísticos, focado especialmente nos pequenos e médios empreendedores do setor. Trata-se da Internet Brasil Express (Ibex), empresa pertencente ao Grupo Golden Slumbers, que inaugurou ontem seu primeiro armazém, localizado em Barueri (SP).

Apesar de recém-criada, a Ibex conta com a sinergia da estrutura da Ilog, empresa do mesmo grupo que atua há cinco anos em operações também voltadas para o e-commerce, mas para empresas de grande porte, tendo como principal cliente o Walmart. A Ilog transporta cerca de R$ 1 bilhão em mercadorias por ano e conta com 300 colaboradores diretos, frota própria composta por 15 veículos leves, 60 semirreboques e 20 cavalos-mecânicos e atende 2.300 cidades.

“Ao combinar os talentos e recursos e recursos da Ilog com os da nova divisão, criamos uma empresa nova com know-how para atender os clientes de forma abrangente, com preços justos e um alto padrão”, destaca Washington Moura, presidente da Ibex e vice-presidente Financeiro do Grupo Golden Slumbers. Sem dar mais detalhes, o executivo revela que o grupo tem a intenção de adquirir, em 2016, uma empresa de courier.

A Ibex recebeu investimentos iniciais de R$ 2 milhões e tem como objetivo oferecer serviços de logística integrada para as pequenas e médias empresas que atuam com e-commerce e precisam de um provedor logístico robusto, mas não possuem uma operação que justifique a contratação de um operador logístico de grande porte. “A pequena empresa do setor é aquela que registra a partir de cinco pedidos por dia, por exemplo”, explica Rafael Martau, diretor Comercial da Ibex. O armazém da empesa conta com capacidade para expedir até 18 mil itens diariamente.

A estrutura, situada dentro de um condomínio logístico, possui 2 mil m² de área total e conta com três docas, pé-direito livre de 10 metros, 2 mil posições-palete e 12 mil prateleiras. A Ibex já locou outro galpão dentro do condomínio e, no mês de janeiro, passará a contar com 4 mil m² e oito docas no total. “Estamos prontos para atender de imediato 82 mil posições para armazenagem de roupas e outras 280 mil para acessórios”, diz Martau. Nas prateleiras, as mercadorias serão armazenadas em bins, ou mini-contêineres, e as posições-palete destinam-se a itens maiores.

O armazém, que conta com o sistema WMS da Sythex, segue um conceito de operação totalmente sem papel, utilizando códigos de barras para o controle do estoque e das operações de entrada e expedição, com 24 estações que realizam esse gerenciamento. As entregas serão realizadas utilizando empresas terceirizadas e também veículos da própria Ilog.

Outras características da estrutura inaugurada pela Ibex incluem uma área de 50 m² com controle de temperatura, dedicada à armazenagem de cosméticos, por exemplo, e um estúdio fotográfico de 25 m² dentro do próprio armazém, para que as empresas de e-commerce possam produzir material referente a seus produtos e disponibilizá-lo em suas plataformas de vendas.

“A logística das pequenas e médias empresas do e-commerce ainda é muito refém dos Correios”, analisa Moura. “A intenção é fidelizar esse cliente, até porque ele vai crescer um dia”, acrescenta. A expectativa é que as operações da Ibex e da Ilog obtenham um faturamento de R$ 100 milhões em 2016.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!
Orientistaem 12/07/2018, às 14h31
IBEX LOGÍSTICA: NãO RECOMENDAMOS!

Nosso objetivo através deste é realizar uma reclamação dos serviços prestados pela empresa IBEX LOGISTICA LTDA e o não cumprimento dos prazos acordados em contrato por parte desta empresa.

Nossa empresa ORIENTISTA EQUIP ESP LTDA, fundada em 2007, é especializada em artigos para esportes de aventura. Estamos localizados em Santa Maria/RS, mas temos clientes e fornecedores em todo o Brasil. Por estarmos no extremo sul do país, sempre tivemos o objetivo de constituir uma filial no Sudeste como forma de reduzir custos e aumentar a agilidade no recebimento e nas entregas dos pedidos.

Até que conhecemos a IBEX LOGISTICA LTDA. Após aprofundarmos as tratativas e visitarmos a sede da empresa, assinamos o contrato de prestação dos serviços. O nosso erro foi não ter buscado referências de outros clientes da empresa.

Após o início das operações, ficamos extremamente decepcionados e insatisfeitos com o atendimento e com a performance operacional da empresa. Apenas para exemplificar, o prazo previsto para expedição e recebimento é de D 1 em 90% das notas. No entanto, de acordo com levantamento que fizemos nas últimas 100 notas fiscais de venda, 29 não foram expedidas em D 1 por falhas e atrasos injustificados pela IBEX. Alguns desses pedidos foram expedidos inclusive com prazo superior a uma semana. Esta reincidência em atrasos nos ocasionou muitos transtornos, reclamações e cancelamentos de vendas por parte de nossos clientes.

Destaco ainda os transtornos e custos que tivemos em algumas trocas de endereços, pois misturaram os pedidos e enviaram o produto de um cliente para outro e vice versa. O dono da IBEX Sr Rafael Granero disse que pagaria os custos dos fretes reversos, mas até agora não fez pois diz que fará uma "conferência” nos valores.
Ficamos também bastante insatisfeitos pela atitude da empresa de utilizar caixas de papelão, sem nossa autorização, a um custo bem acima do praticado no mercado e depois enviar um boleto de R$1448,57 referente embalagens.

Diante de tantos problemas operacionais e em virtude dos danos que isso causou como vendas canceladas, publicações de má avaliação por parte de nossa empresa, disputas no pagseguro, resolvemos publicar este texto para que outras empresas não cometam o mesmo erro que nós cometemos.