Ceva inaugura armazém na Malásia - Portal Tecnologística
Sábado, 18 de agosto de 2018
Dólar R$ 3,91
Euro R$ 4,47
Tecnologística no LinkedIn
Sexta-feira, 11 de dezembro de 2015 - 10h59
Ceva inaugura armazém na Malásia
A ampliação da área faz deste conjunto o maior complexo de armazéns no cluster Sudeste Asiático

A Ceva Logistics anunciou em dezembro a abertura de seu Centro de Distribuição Central (CDC) 2 em Shah Alam, Malásia, a 25 quilômetros de Kuala Lumpur.

Construído no mesmo local do CDC1 da CEVA em Bukit Jelutong, Shah Alam, o CDC2 oferece 33 mil m² de armazenagem e área para escritórios. A área construída do novo CDC2 combinada com a área do CDC1 existente e agora totaliza aproximadamente 67 mil m², o maior complexo de armazéns no cluster Sudeste Asiático (SEA) da Ceva, formado por Singapura, Malásia e Indonésia.

Os dois armazéns em um único local permitirão à Ceva otimizar o uso de recursos e equipamentos em benefício dos clientes. A ampliação da área com o novo armazém fortalece a capacidade da empresa para oferecer logística integrada e soluções de cadeia de suprimentos a clientes novos e existentes na Malásia.

O novo CDC2 é um armazém de dois andares com acesso direto do caminhão a 40 docas de carregamento nos dois andares. Este é o primeiro projeto deste tipo aprovado na Malásia, como parte de um esforço para maximizar a produtividade da área usada para espaço de armazenagem, atendendo assim à crescente demanda por contratos logísticos. O armazém foi construído especificamente para esta finalidade e projetado para oferecer armazenagem tanto em temperatura ambiente como em temperatura controlada.

Todo o prédio foi projetado e construído para minimizar o seu impacto ambiental possível, com características que incluem portas especiais corrediças tipo veneziana contínuas e ventiladas para maximizar a circulação de ar.

“A Malásia é um dos nossos principais mercados na região da Ásia. O país tem uma excelente conectividade, tanto local como internacional. Também está localizado em uma região onde uma classe média forte está emergindo para impulsionar o aumento do consumo asiático, influenciando positivamente atividades comerciais e da cadeia de suprimentos em vários setores. Todos estes fatores fazem da Malásia um mercado estratégico para investir, o que nos permite aumentar o escopo e a qualidade dos nossos serviços aos clientes.”, diz o CEO da Ceva, Xavier Urbain.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!