Quarta-feira, 17 de outubro de 2018
Dólar R$ 3,72
Euro R$ 4,31
Tecnologística no LinkedIn
Quinta-feira, 7 de janeiro de 2016 - 13h30
Porto de Antonina realiza primeira operação de exportação de grãos
Terminal estima exportar mais 450 mil toneladas ao longo de 2016

O terminal Ponta do Félix, localizado no Porto de Antonina (PR), especializado em operações de importação de fertilizantes e de exportação de congelados e de açúcar ensacado, realizou, em dezembro, sua primeira operação de embarque de grãos, com a exportação de 25 mil toneladas de farelo de soja.

Antonina estima exportar outras 450 mil toneladas ao longo de 2016, com previsão de crescimento para os anos seguintes. As 25 mil toneladas deste carregamento foram produzidas, colhidas e processadas no estado do Paraná. O produto tem como destino a Europa, por meio da empresa paranaense Imcopa.

A modernização do Porto de Antonina foi fundamental para atrair novos exportadores e permitir a movimentação de novos produtos. A dragagem, por exemplo, é apontada pelos empresários como fundamental para que as novas operações sejam realizadas pelo porto da cidade. Em 2015, ele retomou as exportações de açúcar e, agora, passa a operar grãos.

Ao todo, foram mais de R$ 70 milhões investidos pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) em modernizações nos terminais Barão de Teffé e Ponta do Félix, realizados ao longo dos últimos quatro anos. “Conseguimos aumentar o calado do canal, revitalizar o porto e devolver a competitividade ao Porto de Antonina. Isto beneficia não só economia local, mas também de todo o estado do Paraná. A obrigação da Appa é buscar novas alternativas de movimentação de cargas para elevar a oferta de serviços portuários no Paraná e com isso promover a concorrência”, diz o diretor-presidente da associação, Luiz Henrique Dividino.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!