Domingo, 22 de abril de 2018
Dólar R$ 3,41
Euro R$ 4,18
Tecnologística no LinkedIn
Quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016 - 12h14
Rumo investirá mais de R$ 300 milhões no Porto de Santos
Aditivo contratual estende prazo de concessão e prevê aporte na estrutura do complexo

A Rumo Logística, empresa do Grupo Cosan, vai investir R$ 308 milhões até o fim de 2018 no Porto de Santos (SP). O montante está previsto em um aditivo contratual assinado entre a companhia e a Secretaria de Portos (SEP) da Presidência da República e anunciado ontem, dia 24 de fevereiro, pelo ministro Helder Barbalho, em evento ocorrido em São Paulo.

“Os investimentos para ampliação acertados com a empresa serão destinados a equipamentos e estruturas para um sistema logístico multimodal confiável, flexível e eficiente para a exportação de açúcar e outros granéis sólidos”, afirmou o ministro da SEP.

O aditivo unifica os três contratos da Rumo com a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), levando o prazo de concessão da estrutura da empresa em Santos, que se encerraria no início do próximo mês, para março de 2036. Com isso, a Rumo incorpora também novos 1.000 m² no porto, somados à área de mais de 117 mil m² que já utiliza – a maior instalação portuária especializada no embarque de açúcar no mundo

Isso fará com que a capacidade de armazenamento da empresa passe de 10 milhões de toneladas para 14,67 milhões de toneladas ao ano e com que a capacidade anual de recepção de mercadorias passe de 17,68 milhões de toneladas para 29,7 milhões de toneladas. Já a capacidade de embarque de mercadorias crescerá 24%, saltando para 16,67 milhões de toneladas ao ano.

Para o diretor-presidente da Codesp, José Alex Botêlho de Oliva, o anúncio do investimento demonstra a vitalidade do setor portuário. “Estamos investindo em instalações e vamos investir ainda mais para alavancar o crescimento”. Além do aporte privado, a área onde se situa o complexo da Rumo também está recebendo investimentos públicos de mais de R$ 200 milhões, em obras de redimensionamento do cais para garantir o aprofundamento dos berços para até 15 metros, permitindo a atracação de navios de maior porte.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!