Quinta-feira, 26 de abril de 2018
Dólar R$ 3,48
Euro R$ 4,24
Tecnologística no LinkedIn
Quarta-feira, 2 de março de 2016 - 11h29
VLI reforça frota de locomotivas na Ferrovia Norte-Sul
Doze unidades chegaram de navio no Porto do Itaqui para atender a demanda de grãos e celulose do corredor Centro-Norte

A VLI, empresa especializada em operações logísticas que integram ferrovias, portos e terminais, desembarcou recentemente doze locomotivas no Porto do Itaqui, em São Luís. As máquinas do modelo SD70 vão operar na Ferrovia Norte-Sul (FNS) e buscam atender ao aumento previsto do volume de produtos movimentados pela empresa no eixo logístico que interliga os estados do Tocantins e do Maranhão.

Para transportar as locomotivas que agora integram a frota do corredor Centro-Norte, um esquema especial foi montado, envolvendo ferrovia e portos. As locomotivas saíram do interior de São Paulo rumo ao Porto de Santos (SP) rebocadas por trens de carga. Lá, foram içadas e embarcadas em um navio com destino ao Porto do Itaqui. Após o desembarque, as máquinas seguiram para uma revisão. Tão logo estejam liberadas, as locomotivas serão incorporadas à atividade ferroviária da FNS, contribuindo para a agilidade no escoamento dos produtos no corredor e possibilitando ganhos em segurança operacional.

A chegada das doze locomotivas faz parte da estratégia da VLI de alavancar o corredor logístico Centro-Norte, impulsionado pelo crescimento da região e pela demanda por transporte ferroviário, principalmente para grãos. O gerente do corredor, Fabiano Rezende, destacou a complexidade da operação e a importância do investimento realizado. “Foi uma operação complexa e muito

bem articulada entre a VLI e seus vários fornecedores. O objetivo maior de trazermos esse reforço de equipamentos é capacitar a FNS para receber o volume dos novos terminais intermodais que vamos inaugurar em breve no Tocantins. Acreditamos no crescimento da região e estamos nos preparando para oferecer a infraestrutura necessária para o escoamento da safra”, diz.A VLI, empresa especializada em operações logísticas que integram ferrovias, portos e terminais, desembarcou recentemente doze locomotivas no Porto do Itaqui, em São Luís. As máquinas do modelo SD70 vão operar na Ferrovia Norte-Sul (FNS) e buscam atender ao aumento previsto do volume de produtos movimentados pela empresa no eixo logístico que interliga os estados do Tocantins e do Maranhão.

Para transportar as locomotivas que agora integram a frota do corredor Centro-Norte, um esquema especial foi montado, envolvendo ferrovia e portos. As locomotivas saíram do interior de São Paulo rumo ao Porto de Santos (SP) rebocadas por trens de carga. Lá, foram içadas e embarcadas em um navio com destino ao Porto do Itaqui. Após o desembarque, as máquinas seguiram para uma revisão. Tão logo estejam liberadas, as locomotivas serão incorporadas à atividade ferroviária da FNS, contribuindo para a agilidade no escoamento dos produtos no corredor e possibilitando ganhos em segurança operacional.

A chegada das doze locomotivas faz parte da estratégia da VLI de alavancar o corredor logístico Centro-Norte, impulsionado pelo crescimento da região e pela demanda por transporte ferroviário, principalmente para grãos. O gerente do corredor, Fabiano Rezende, destacou a complexidade da operação e a importância do investimento realizado. “Foi uma operação complexa e muito bem articulada entre a VLI e seus vários fornecedores. O objetivo maior de trazermos esse reforço de equipamentos é capacitar a FNS para receber o volume dos novos terminais intermodais que vamos inaugurar em breve no Tocantins. Acreditamos no crescimento da região e estamos nos preparando para oferecer a infraestrutura necessária para o escoamento da safra”, diz.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!