Corredor de Exportação de Paranaguá dobra movimentação em fevereiro - Portal Tecnologística
Sábado, 18 de agosto de 2018
Dólar R$ 3,91
Euro R$ 4,47
Tecnologística no LinkedIn
Quarta-feira, 16 de março de 2016 - 15h59
Corredor de Exportação de Paranaguá dobra movimentação em fevereiro
Foi escoado 1,5 milhão de t de grãos pelo complexo, enquanto no mesmo período do ano passado a movimentação foi de 724 mil t

O Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá (PR) registrou o dobro de movimentação de cargas em fevereiro de 2016 na comparação com o mesmo mês do ano passado. Foi escoado 1,51 milhão de toneladas de grãos pelo complexo, enquanto no segundo mês de 2015 a movimentação foi de 724 mil t.

A marca deste ano é 18,6% superior ao recorde anterior de movimentação do Corredor de Exportação para o mês de fevereiro, que tinha sido alcançado em 2014. Em janeiro, o complexo também tinha batido seu recorde mensal para o período, com 1,34 milhão de t.

Com a soma dos dois resultados, o primeiro bimestre totalizou 2,86 milhões de texportadas pelo Corredor, 600 mil t acima da maior movimentação que o complexo já tinha alcançado nos dois primeiros meses do ano.

Segundo o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, o resultado comprova o aumento de eficiência e produtividade do sistema de exportação graneleira do porto, já que tanto no ano passado quanto em fevereiro deste ano foi registrado praticamente o mesmo período de paralisação por chuva. “Ainda nem começamos o período mais intenso de escoamento da safra e já alcançamos um patamar excelente de movimentação”, afirma.

Descontando os dias de chuva, neste ano o Corredor de Exportação tem escoado 56,3 mil t por dia, um desempenho 66% superior ao do ano passado, quando eram escoadas 33,9 mil t por dia. “O produtor rural agora tem condições de exportar sua produção agrícola quando bem entende, no momento em que é mais vantajoso para ele e na agilidade que precisa. Estamos preparados para um intenso e movimentado período de escoamento da safra nos próximos meses”, diz o diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Luiz Henrique Dividino.

Parte dos produtos que estão sendo exportados por Paranaguá ainda são remanescentes da safra passada, quando o produtor rural segurou o escoamento de parte de sua produção em busca de melhores condições de câmbio. Com isso, 806 mil t de soja foram exportadas pelo complexo ao longo de fevereiro, quatro vezes mais do que o registrado no ano passado.

O escoamento do milho safrinha – que é plantado no final da época recomendada – também está a todo vapor, com 1,26 milhão de t embarcadas durante o mês, o que significa um crescimento de 115% em relação a fevereiro de 2015.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!