Sábado, 16 de dezembro de 2017
Dólar R$ 3,30
Euro R$ 3,87
Tecnologística no LinkedIn
Quarta-feira, 11 de maio de 2016 - 12h14
FedEx inaugura Centro de Cadeia Fria em Memphis
Desenvolvida para proteger a integridade de produtos farmacêuticos e perecíveis, a instalação possui 7.710 m²

A FedEx Express, subsidiária da FedEx Corporation, anunciou a inauguração do seu Centro de Cadeia Fria (FedEx Cold Chain Center Memphis), localizado dentro do FedEx Express World Hub, em Memphis, no estado do Tennessee, nos Estados Unidos. Desenvolvido para proteger a integridade de produtos farmacêuticos e perecíveis, a instalação de 7.710 m² faz parte da rede de cadeia fria global da FedEx e do portfólio de soluções FedEx Healthcare.

Os clientes agora serão beneficiados com mais opções para o transporte de produtos críticos e sensíveis entre América Latina e Estados Unidos, bem como para outras partes do mundo. “A logística de cadeia fria é um divisor de águas para o setor de saúde”, diz Richard W. Smith, vice-presidente de Global Trade Services da FedEx Express. “Ela permite o transporte dos mais sensíveis produtos, como os biofarmacêuticos, entre todos os continentes, o que não era possível há alguns anos. Com o FedEx Cold Chain Center Memphis, nós estabelecemos novos padrões para soluções que auxiliam as necessidades de embarque de clientes da área de saúde ao redor do mundo”.

O FedEx Cold Chain Center Memphis possui tecnologia para manter a temperatura necessária em caso de ocorrências inesperadas, como retenção de despachos ou mau tempo. No empreendimento existem áreas com temperatura controlada para produtos congelados (-25ºC a -10ºC), frios (2ºC a 8ºC) e que necessitam de ambientes com temperatura controlada (15ºC a 25ºC); ambientes distintos para carregamentos médicos e outros perecíveis (alimentos, flores e frutos do mar); monitoramento em tempo real de dióxido de carbono, umidade e temperatura; estação 24 horas e sete dias por semana com agentes de documentação internacional e monitoramento dedicado de funcionários FedEx; além de áreas de paletização, armazenamento, manuseio e decomposição de carregamentos, estação de cross-docking com acesso direto ao ambiente resfriado (2ºC a 8ºC) e portas duplas que bloqueiam o frio desenvolvidas para controle preciso da temperatura.

Embora esta instalação exclusiva seja a primeira de seu tipo para a rede FedEx, a empresa já opera em menor escala com instalações de cadeia fria nos aeroportos Charles de Gaulle, na França, Cologne Bonn, na Alemanha, e Kansai International Airport, no Japão.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!