Quinta-feira, 19 de julho de 2018
Dólar R$ 3,88
Euro R$ 4,50
Tecnologística no LinkedIn
Quinta-feira, 9 de junho de 2016 - 11h38
Tecon Rio Grande registra aumento na exportação de soja
Maior responsável pelo crescimento foi o serviço de verticalização de contêineres de 20 pés

O Tecon Rio Grande, terminal de contêineres localizado no Porto de Rio Grande (RS) e administrado pelo Grupo Wilson Sons, registrou, nos primeiros quatro meses deste ano, um aumento de 80% na exportação de graneis agrícolas em contêineres de 20 pés, na comparação com o mesmo período de 2015.

Tecon Rio GrandeSegundo a administração do terminal, o maior responsável pelo crescimento foi o serviço de verticalização desse tipo de contêiner, que passou a ser oferecido por meio de uma parceria com uma empresa local. Além de uma melhor estufagem da carga, o serviço oferece ainda outras vantagens, como a possibilidade de utilização de até 80% da capacidade de carga, quando comparado ao contêiner de 40’.

Além disso, a infraestrutura logística de vários países asiáticos, devido a restrições para contêineres de 40’, é mais favorável para 20 pés, tornando-se uma alternativa melhor e mais ágil. “O contêiner de 20 pés garante mais agilidade operacional e seu peso e espaço permitem que a carga conteinerizada transite em estradas vicinais e rurais, típicas do interior asiático”, explica o coordenador de Logística do Tecon Rio Grande, Samuel Pereira.

Ele explica que para realizar a estufagem na posição horizontal, a esteira precisa entrar até certo ponto do contêiner para descarregar o produto, o que impossibilita a utilização de toda a sua capacidade. “Ao verticalizarmos os contêineres, a esteira não precisa entrar na peça e a estufagem passa a contar com a ajuda da gravidade, o que nos possibilita um resultado muito mais eficiente”.

O serviço já está disponível e a previsão é de que, com sua divulgação e com o progressivo crescimento das exportações para destinos como Ásia e Estados Unidos – os dois locais em que mais se utilizam contêineres de 20 pés –, a procura aumente cada vez mais.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!