Terça-feira, 17 de julho de 2018
Dólar R$ 3,86
Euro R$ 4,52
Tecnologística no LinkedIn
Quinta-feira, 14 de julho de 2016 - 9h25
TCP inaugura armazém de exportação em Paranaguá
Estrutura vai trabalhar com um sistema chamado cross-stuffing

A TCP, empresa que administra o Terminal de Contêineres de Paranaguá (PR), inaugurou um novo armazém de exportação no porto. Com 13 mil m², a estrutura será utilizada para a armazenagem temporária de cargas destinadas à exportação e para a estufagem de produtos de sacaria (fubá, feijão e açúcar, entre outros), suco e algodão em contêineres, no processo denominado de cross-stuffing.

O novo espaço tem capacidade para estufar 3 mil contêineres por mês – já que as cargas são movimentadas soltas do caminhão para o contêiner – possui cinco docas, capacidade do piso de 30 toneladas por m², pé-direito de 6 metros nas laterais e vão central de 11,30 metros.

O novo armazém deve reduzir em até terminal. “Com este armazém passamos a oferecer mais serviços aos clientes, como a estufagem de cargas em área primária, serviço inédito em nossa área de influência, que reduz os steps logísticos e, consequentemente, torna a operação mais barata”, explica Juarez Moraes e Silva, diretor-superintendente Comercial do terminal.

Outro novo serviço viabilizado a partir do armazém recém-inaugurado é o porta a porto, que acompanha todas as etapas logísticas percorridas pelo produto de exportação, desde sua saída da fábrica até o embarque do navio. “De forma proativa nos antecipamos às necessidades dos clientes, solucionando possíveis problemas existentes no processo e otimizamos a movimentação das cargas dentro do terminal”, destaca Moraes e Silva. Segundo o executivo, o porta a porto apresenta mais de 99% de confiabilidade, isto é, contêineres embarcados dentro do prazo contratado.

Além dos serviços inéditos, o armazém também conta com o maior número de vistorias de órgãos intervenientes oferecidos pelos terminais da área de influência. São 11 vistorias semanais por órgãos como Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Ministério da Agricultura e Receita Federal. De segunda a sexta-feira são duas vistorias diárias, além de uma vistoria aos sábados.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!