Terça-feira, 23 de outubro de 2018
Dólar R$ 3,69
Euro R$ 4,24
Tecnologística no LinkedIn
Segunda-feira, 19 de setembro de 2016 - 14h42
VLI transporta veículos blindados de guerra por ferrovia
Unidades do exército foram levadas de Minas Gerais a Brasília para as comemorações do Dia da Independência

A VLI realizou, em agosto, uma operação inusitada para a empresa, acostumada a movimentar cargas como grãos, açúcar, aço e outros comoditties por ferrovia. No dia 31 do último mês, ela transportou sete veículos de guerra blindados para o Exército Brasileiro.

Os veículos, do modelo Guarani, foram levados do batalhão do exército de Uberlândia (MG) até Brasília, onde participaram das festividades do feriado de 7 de setembro, Dia da Independência. Fabricados em Sete Lagoas (MG), os blindados possuem tecnologia 100% nacional e fazem parte da estratégica do Plano de Articulação e Equipamento de Defesa brasileiro.

Para realizar a operação, a VLI utilizou quatro vagões-plataforma. Apesar de ser um carregamento diferente dos realizados habitualmente, a empresa não precisou fazer grandes adaptações para garantir o transporte, a não ser pela implantação de uma rampa de aço para o acesso dos veículos às plataformas.

vli

Já em cima dos vagões, eles foram fixados com cintas específicas para a amarração de cargas pesadas. Estas cintas envolveram as rodas que compõem cada Guarani e depois foram presas em ganchos com catracas para aperto. O processo de embarque durou cerca de 4 horas e a operação toda foi concluída em pouco mais de 24 horas. O trem, que circulou a uma velocidade máxima de 35 km/h, chegou à capital federal na manhã do dia seguinte.

“Para realizar o carregamento desses carros de combate fizemos diversos testes, desde o embarque, passando pela fixação até uma simulação de viagem. Cada vagão comporta até dois blindados. Foi uma operação interessante que mostra a versatilidade das soluções oferecidas pela empresa e o trabalho de todos envolvidos”, explica o supervisor de Segurança Empresarial da VLI, Fulvio Marques.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!