Quinta-feira, 26 de abril de 2018
Dólar R$ 3,48
Euro R$ 4,24
Tecnologística no LinkedIn
Quinta-feira, 20 de outubro de 2016 - 10h36
ID Logistics adota ferramenta de gerenciamento da Manhattan
WMS será utilizado inicialmente em operações envolvendo o setor farmacêutico

O grupo francês ID Logistics passou a utilizar a solução de gerenciamento de armazéns (WMS, sigla para Warehouse Management System) da empresa norte-americana Manhattan Associates. Inicialmente, ela será aplicada nas operações de clientes do setor farmacêutico, aproveitando a expertise da Manhattan na área. id-logistics-capa

De acordo com a própria ID Logistics, porém, a utilização da ferramenta deverá se estender a outros setores de atuação. O grupo está presente em 16 países da Europa, América Latina, Ásia e África e gerencia 275 sites de empresas de vários setores.

“Acima de tudo, o nosso principal objetivo é maximizar os níveis de serviço para os nossos clientes através da implantação de soluções dedicadas, inovadoras e de alto desempenho”, explica Christophe Satin, diretor de Operações da ID Logistics. “Para cumprir esse objetivo e continuar o desenvolvimento da empresa, reconhecemos a necessidade estratégica de adotar soluções sofisticadas para serem implantadas em operações mais complexas”.

A ID Logistics baseou a sua decisão no perfil inovador da Manhattan para atender às crescentes necessidades dos clientes. Também pesou na escolha a experiência de 26 anos da empresa, que possui clientes de vários setores da indústria em todo o mundo.

“A ID Logistics e a Manhattan Associates compartilham valores fundamentais, incluindo o compromisso de inovação contínua e de dedicação à excelência do serviço”, diz Rémy Malchirand, diretor da Manhattan Associates França. “Estamos honrados em sermos escolhidos por este provedor líder de serviços de logística. A ID Logistics e seus clientes podem confiar que a equipe da Manhattan e as suas soluções, em constante evolução, irão introduzir recursos que ajudarão a construir fidelidade à marca, gerar receitas e aumentar as margens operacionais”.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!