Terça-feira, 23 de janeiro de 2018
Dólar R$ 3,20
Euro R$ 3,92
Tecnologística no LinkedIn
Quinta-feira, 17 de novembro de 2016 - 10h22
Tiplam já tem 95% das obras de expansão concluídas
VLI se prepara para iniciar testes operacionais que envolvem as estruturas de grãos e açúcar do terminal

O Terminal Integrador Portuário Luiz Antonio Mesquita (Tiplam), localizado no Porto de Santos (SP) e que está sendo ampliado pela VLI, chegou, neste mês de novembro, a 95% de suas obras concluídas. A previsão é que o terminal terá sua estrutura totalmente entregue até o final do primeiro semestre de 2017. O empreendimento vai agregar mais 12 milhões de toneladas por ano em capacidade ao sistema portuário santista.vli-tiplam-capa

De acordo com a empresa, com as obras avançadas a equipe do Tiplam se prepara para começar ainda em novembro os testes operacionais referentes ao primeiro circuito de grãos e açúcar do terminal. Esse circuito envolve as estruturas que possibilitam o início do recebimento de trens, como a pera e a moega ferroviárias.

Essas estruturas fazem parte de uma moderna solução logística em formato circular que possibilita o transbordo das cargas sem a necessidade de desmembrar o trem, aumentando a eficiência das manobras de entrada e saída dos terminais e reduzindo drasticamente o tempo de descarga das composições férreas. O tempo previsto para o descarregamento de cada trem com 80 vagões é de apenas quatro horas.

Também constam nessa entrega o armazém 1, com capacidade estática para abrigar 83 mil toneladas de grãos, o armazém 3, que pode receber até 83 mil toneladas de grãos ou 114 mil toneladas de açúcar, o berço 2 de atracação dos navios e um carregador de navios e transportadores de correias.

Para as próximas etapas de conclusão do Tiplam, a empresa deve finalizar obras de outros três armazéns, sendo dois para o circuito complementar de açúcar e grãos e um de fertilizantes, mais um carregador e um descarregador de navios e mais dois berços de atracação, o berço 3 e o berço 4. A maior parte dessas estruturas já está com obras civis e de montagem avançadas.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!