Segunda-feira, 22 de janeiro de 2018
Dólar R$ 3,20
Euro R$ 3,92
Tecnologística no LinkedIn
Quinta-feira, 9 de março de 2017 - 12h10
Abol apoia programa de formação profissional da Fundação Iochpe
Programa Formare qualifica em média 1.300 jovens para o mercado de trabalho anualmente

A Associação Brasileira de Operadores Logísticos (Abol) anunciou apoio à Fundação Iochpe, estimulando a adesão de suas associadas ao programa Formare, que tem como objetivo oferecer a jovens em situação de vulnerabilidade social cursos preparatórios para o mercado de trabalho.

De acordo com a própria Abol, a iniciativa é parte integrante de sua missão de representar, promover e desenvolver os operadores logísticos do Brasil para que gerem valor de forma sustentável, incentivando programas e projetos que tenham compromisso com o crescimento econômico e a geração de emprego e renda e que estejam voltados ao desenvolvimento e à inovação tecnológica para o incremento da logística.

“Nesse contexto, estamos apoiando a Fundação Iochpe como entidade parceira no instante em que incentivamos a adesão de novos associados ao programa Formare, como plataforma de inserção social nas comunidades onde nossas empresas atuam, oferecendo aos jovens do entorno oportunidades extraordinárias de aprendizado”, destaca Oswaldo Dias de Castro Jr., presidente do Conselho Deliberativo da Abol.

Realizado pela Fundação Iochpe em parceria com empresas de médio e grande porte, o programa Formare tem duração de aproximadamente 1.200 horas/aula e é desenvolvido para atender às características e necessidades de cada empresa e a realidade do mercado de trabalho local. Com 65 unidades, o programa já conta com 42 empresas parceiras e 5 mil profissionais voluntários atuando como educadores, qualificando em média 1.300 alunos por ano. Em três décadas, o Formare já chegou a 12 estados brasileiros e 50 municípios, avançando na América Latina com duas unidades no México.

Para Renato Simenauer, diretor da Fundação Iochpe, a parceria com a Abol tem um significado especial e pioneiro. “Com a Abol estamos dando um passo inovador, já que, até então, vínhamos realizando ações diretamente com as empresas e agora também com associações empresariais. Isso certamente trará mais celeridade à expansão do programa, com consistência e sustentabilidade”, analisa.

“Encontramos no Formare um caminho inovador para as empresas investirem nas suas práticas sociais. Além de dar oportunidade aos jovens das cercanias das suas instalações a se qualificarem, o programa utiliza o ambiente de trabalho como um grande laboratório de aprendizagem, envolvendo e engajando o público interno, o que traz ganhos à cultura organizacional e qualifica futuros profissionais que têm conhecimento profundo do negócio da empresa após passarem pelo menos um ano em contato diário com as suas especificidades”, destaca Cesar Meireles, diretor executivo e CEO da Abol.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!