Terça-feira, 21 de novembro de 2017
Dólar R$ 3,26
Euro R$ 3,82
Tecnologística no LinkedIn
Sexta-feira, 7 de abril de 2017 - 16h42
Columbia adquire 100% de complexo na Região Nordeste
Companhia aposta no estado da Bahia como polo logístico na retomada do crescimento da economia

O Grupo Columbia adquiriu 100% das ações da Columbia Nordeste, unidade na qual a companhia possuía, até então, participação majoritária. De acordo com o próprio grupo, a negociação foi motivada pelas previsões de recuperação econômica do Brasil, que trazem a perspectiva de que a Região Nordeste e, em especial, o estado da Bahia, volte a ser um dos mais importantes polos logísticos do país.

Fundada há 17 anos, a Columbia Nordeste conta com um complexo logístico de 245 mil m² localizado no município de Simões Filho (BA) e engloba unidades de porto seco, transportes, armazém geral, centro de distribuição de produtos secos e refrigerados, depot avançado e área para cargas de projetos especiais, com grandes dimensões ou excesso de peso. Com a compra, a Columbia Logística assume todas as operações realizadas na região, bem como a participação na CMLog, unidade que atua como braço para atividades portuárias.

Columbia

“Temos um dos maiores complexos logísticos do Nordeste e o único na região com condições plenas de oferecer soluções integradas em toda a cadeia de suprimentos de clientes, com alto nível de complexidade e eficiência, desde o porto até a porta do consumidor final”, destaca Marcelo Brandão, CEO da Columbia Logística.

Brandão ressalta ainda que, a partir de agora, a unidade Columbia Trading também iniciará um movimento de fomento às importações através da Bahia. “Estamos prontos para a retomada do desenvolvimento e acreditamos que a Bahia terá um papel fundamental nesse cenário”, completa o executivo.

Para Murilo Mello, diretor do Grupo Columbia, a aquisição de 100% do complexo nordestino dá mais liberdade comercial à companhia. “Até então a visão da Columbia Nordeste era muito mais local, e isso nós já desenvolvemos muito bem. Agora a estratégia é usar toda essa plataforma com abrangência nacional. A compra potencializa as possibilidades de integração logística entre todas as regiões do Brasil, verticalizando as operações. Hoje estamos trabalhando, por exemplo, em um BID com uma empresa de Curitiba que é nosso maior cliente do CD da Bahia”, explica.

A Columbia, que completa 75 anos em 2017, conta com mais de 380 mil m² de área de armazenagem localizados em Cotia (SP), Curitiba, Itajaí (SC) e também em Simões Filho. O grupo é formado por empresas de comércio exterior, logística integrada, armazenagem seca, refrigerada e frigorificada, operações portuárias, sourcing para o setor de moda e fornecimento de hard commodities, combustíveis sólidos e bioenergia.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!