Domingo, 23 de julho de 2017
Dólar R$ 3,14
Euro R$ 3,66
Tecnologística no LinkedIn
Quarta-feira, 12 de abril de 2017 - 16h09
Petrobras conclui venda de participação na Nova Transportadora do Sudeste
Sócio majoritário passa a ser um fundo de investimentos gerido pela Brookfield

A Petrobras finalizou, no dia 4 de abril, a operação de venda de 90% das ações da Nova Transportadora do Sudeste (NTS), que abrange a malha de gasodutos da companhia na região, para a Nova Infraestrutura Fundo de Investimentos em Participações, gerida pela Brookfield Brasil Asset Management Investimentos.

A operação foi concluída com o pagamento de US$ 4,23 bilhões, depois do cumprimento de todas as condições precedentes e ajustes previstos no contrato de compra e venda.  O valor total recebido pela Petrobras é composto por US$ 2,59 bilhões referentes à venda das ações e US$ 1,64 bilhão referente a debêntures conversíveis em ações emitidas pela NTS, com vencimento em dez anos, para substituição de dívida com a Petrobras Global Trading, subsidiária integral da Petrobras. O restante do valor – US$ 850 milhões, também referente à venda de ações – será pago em cinco anos e atualizado no período.

Apesar da negociação, a Petrobras continuará a utilizar as instalações de transporte de gás natural da NTS, por meio dos contratos de transporte de gás já existentes, sem qualquer impacto em suas operações e na entrega do gás para distribuidoras e demais clientes. A Transpetro permanecerá responsável pela operação e manutenção dos ativos, por meio de um novo contrato de serviços firmado com a NTS, com prazo de dez anos.

Depois de concluída a operação, a Nova Infraestrutura Fundo de Investimentos em Participações realizou a venda de parte de suas ações na NTS para a Itaúsa, braço de investimentos industriais do Itaú Unibanco, nas mesmas condições comerciais da transação realizada junto à Petrobras.

Com a conclusão das duas negociações, a NTS passou a ter sua composição societária formada pela Nova Infraestrutura Fundo de Investimentos em Participações, com 82,35%, pela Petrobras, com 10%, e pela Itaúsa, com 7,65%. O Conselho de Administração da NTS será composto por sete membros indicados pela Nova Infraestrutura Fundo de Investimentos em Participações, dois pela Petrobras e um pela Itaúsa.

A operação faz parte do programa de parcerias e desinvestimentos da Petrobras, que totalizou US$ 13,6 bilhões somente no biênio 2015-2016. A venda está alinhada ao plano estratégico da companhia, que prevê a atuação na cadeia de óleo e gás por meio de parcerias.  Além disso, o negócio abre oportunidades para que parcerias com outras empresas contribuam para o fortalecimento da indústria de gás natural no Brasil, fomentando novos investimentos na ampliação da infraestrutura de transporte.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!