Sábado, 19 de agosto de 2017
Dólar R$ 3,14
Euro R$ 3,70
Tecnologística no LinkedIn
Segunda-feira, 7 de agosto de 2017 - 11h56
Santos Brasil e John Deere fecham contrato logístico
Acordo reforça a expertise da companhia no setor de maquinários e envolve todas as suas operações na Baixada Santista

A John Deere, fabricante mundial de equipamentos agrícolas e de construção civil, é a nova cliente da Santos Brasil. O contrato reforça a expertise logística da companhia no setor de maquinários e envolve todas as suas operações na Baixada Santista (SP), tanto para exportação quanto para importação de veículos e peças da John Deere.

De acordo com o diretor Comercial de Operações Logísticas da Santos Brasil, Wagner Toffoli,  o acordo, que levou um ano para ser concretizado, contempla 100% dos processos operados no Porto de Santos (SP). “É um contrato robusto, pois também agrega outros serviços de transporte rodoviário e estufagem para exportação, oferecendo ao cliente integralmente nosso conceito de porto à porta”, diz.

As cargas da John Deere são provenientes em sua maioria dos Estados Unidos e da Europa. Na importação, os produtos chegam ao Tecon Santos, onde ficam armazenadas no próprio terminal ou no Clia Santos, unidade logística da Santos Brasil situada às margens da Via Anchieta. O processo finaliza com o transporte das cargas para as unidades da John Deere localizadas nos municípios de Campinas (SP), Indaiatuba (SP), Montenegro (RS) e Horizontina (RS), realizado pela frota rodoviária da Santos Brasil.

Na exportação, a Santos Brasil também faz a estufagem das peças de tratores, escavadeiras, retroescavadeiras, pás carregadeiras, entre outros equipamentos em contêineres, para posterior embarque. Já os maquinários montados são embarcados em navios RoRo no Terminal de Veículos, administrado pela companhia desde 2009.

“Acreditamos que esse relacionamento nos possibilitará uma melhoria nos tempos de ciclos e serviços providos. Precisamos enfatizar também que a implementação foi muito bem conduzida, com todos os riscos sendo mitigados”, declara o gerente de Logística da John Deere, Marcos Roncari.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!