Domingo, 22 de julho de 2018
Dólar R$ 3,77
Euro R$ 4,41
Tecnologística no LinkedIn
Segunda-feira, 14 de agosto de 2017 - 15h21
Golgi inaugura primeira fase de condomínio logístico em Duque de Caxias
Empresa anunciou também a aquisição de um terreno em Guarulhos para a construção de um novo empreendimento

A Golgi, incorporadora e proprietária de condomínios logísticos de alto padrão, uma joint venture formada entre a companhia canadense Cadillac Fairview e a brasileira Autonomy Investimentos, entregou a primeira fase de seu mais novo empreendimento, localizado em Duque de Caxias (RJ).

Para comemorar a novidade a empresa realizou, no dia 10 de agosto, o Golgi Tour Rio de Janeiro, evento que marcou a entrega oficial do Galpão B do Golgi Duque de Caxias, com 68 mil m² de área locável disponíveis em módulos de, no mínimo, 6 mil m². A construção conta com pé-direito de 12 metros, piso com capacidade para até 6 toneladas por m² e de 13 a 14 docas por módulo, o que resulta em um total de 136 docas.

O novo condomínio, que apresenta padrão de qualidade triple A, está localizado no Arco Metropolitano do Rio de Janeiro, com acesso facilitado às principais rodovias do estado, ao Aeroporto do Galeão, ao Porto de Itaguaí e às cidades de São Paulo e Belo Horizonte. Situado em um terreno de 630 mil m², quando estiver totalmente concluído o Golgi Duque de Caxias contará com um total de 250 mil m² de área locável distribuída em oito galpões, que serão construídos de acordo com a demanda.

Desenvolvido para oferecer flexibilidade à empresa ocupante, o condomínio possui docas preparadas para receber plataformas e niveladoras de acordo com a necessidade do cliente e estrutura pronta para a construção de mezaninos. Dentre as demais características do galpão inaugurado estão iluminação natural e em led e sprinklers para combate a incêndio.

O Golgi Duque de Caxias conta com padrão rigoroso de segurança 24 horas por dia, com portaria equipada com eclusas e garras de tigre, guarita blindada, circuito fechado de TV, sala de controle de segurança, perímetro monitorado com duplo cercamento e controle de acesso por biometria. Para atender ao Galpão B, o empreendimento possui 48 vagas externas e 28 internas para caminhões e 479 destinadas a carros.

A área comum do condomínio apresenta restaurante, vestiários, ambulatório, área de convivência e área de apoio ao caminhoneiro. Certificado pelo U.S. Green Building Council no programa Leadership in Energy and Environmental Design (Leed), o Golgi Duque de Caxias conta com geradores nas áreas comuns e privativas, coleta seletiva de lixo e estação de tratamento de esgoto.

Golgi-Duque-de-Caxias-interna

Para Guilherme Aquino Costa, head of Leasing na Autonomy Investimentos, a iniciativa mostra a confiança da Golgi e o compromisso com a logística e com a economia do Rio de Janeiro. De acordo com ele, dentre as notícias recentes que sustentam essa confiança estão a aprovação do Plano de Recuperação Fiscal, o fim do monopólio de produção de petróleo, os recordes de produção na região do pré-sal e as oportunidades de privatização, que colocam o Rio de Janeiro no radar de investidores estrangeiros.

“Além disso, temos a reativação de turnos fechados durante a crise da indústria automotiva do sul fluminense, importantíssima para a diversificação da pauta da economia do estado. Por tudo isso, acreditamos que a economia do Rio de Janeiro já passou pelo pior momento e o consumo da cidade vai voltar a crescer nos próximos meses”, avalia.

Outras unidades

Com a inauguração do empreendimento de Duque de Caxias, a Golgi passou a contar com cinco condomínios logísticos que somam 680 mil m² de área de armazenagem. No Rio de Janeiro, a empresa possui também o Golgi Seropédica, e no estado de São Paulo estão localizados o Golgi Dutra, o Golgi Jundiaí e o Golgi Mauá.

Durante o Golgi Tour Rio de Janeiro, a empresa levou os convidados para uma visita também pelo empreendimento de Seropédica, que já conta com dois galpões construídos, um deles totalmente ocupado pela empresa B2W, que unificou no condomínio seus estoques antes localizados em dois centros de distribuição no Rio de Janeiro.

O novo galpão inaugurado possui 32 mil m² de área locável, 56 docas e, assim como em Duque de Caxias, 12 metros de pé-direito e piso com capacidade para 6 toneladas por m². Planejado também de maneira faseada e projetado para contar com um total de cinco galpões, o Golgi Seropédica contará, quando estiver totalmente concluído, com 241 mil m² de área locável, construídas em um terreno de 522 mil m².

No mês de agosto, a Golgi anunciou ainda a aquisição de um terreno de 148 mil m² na região de Guarulhos (SP), para a construção de um novo condomínio logístico com 65 mil m² de área locável nas margens da Rodovia Presidente Dutra, principal ligação entre os estados de São Paulo e Rio de Janeiro e próximo ao Aeroporto Internacional de Guarulhos.

“A aquisição está alinhada com o modelo de negócios da Golgi e sua estratégia de crescimento é estar posicionada nos principais eixos logísticos de São Paulo”, analisa Costa. “Faz todo sentido a construção de um condomínio logístico com foco total em eficiência, uma vez que o mercado da região de Guarulhos é essencialmente formado por imóveis individuais ou condomínios pouco eficientes”, explica o executivo. Segundo ele, o projeto do empreendimento deve ser aprovado até o final deste ano.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!
José Roberto de Sousa Abreu em 26/08/2017, às 22h14
Boa noite!!
Uma informação por favor.
Eu gostaria de me informar, se está tendo vaga em algum depósito da empresa Golgi do Rio de Janeiro.
Eu fico no aguardo.
Obrigado!!