Quarta-feira, 17 de outubro de 2018
Dólar R$ 3,68
Euro R$ 4,23
Tecnologística no LinkedIn
Quarta-feira, 18 de outubro de 2017 - 9h31
Estudos sobre hidrovia na Baixada Santista estão em fase de conclusão
As bases para a implementação do novo projeto já estão lançadas, e a regulamentação pode sair já no próximo mês

A Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) anunciou neste mês que deve concluir até o final do ano os estudos para implantação da hidrovia da Baixada Santista, modal logístico que possibilitará a movimentação de carga entre os rios da região e o Porto de Santos. A informação foi revelada pelo diretor de Relações com o Mercado e Comunidade da Codesp, Cleveland Sampaio Lofrano.

Foto: Reprodução/Governo Federal
Foto: Reprodução/Governo Federal

Em evento realizado na sede da Associação de Engenheiros e Arquitetos de Santos para discutir as hidrovias do país, Lofrano destacou a melhoria dos acessos ao Porto de Santos, que proporcionou a quebra de vários recordes de movimentação de cargas. O diretor ainda ressaltou que a Codesp criou um grupo de trabalho para viabilizar este tipo de transporte na região e que o projeto deve estar concluído até o fim do ano.

As bases para a implementação da hidrovia já estão lançadas, e a regulamentação pode sair já no próximo mês. “É fundamental haver outros modais, e um desafio é a hidrovia.”, explicou Cleveland, lembrando ainda que “o regramento para atrair o investidor para este novo negócio foi encaminhado para definição de tarifas por parte da Antaq, o que deve acontecer em novembro”.

O diretor concluiu dizendo que o modal hidroviário será um fator importante para absorver o aumento da movimentação de cargas no Porto de Santos. “Existe uma estimativa potencial de transporte por essa rota de 350 mil TEUs (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés). Vamos ultrapassar os 120 milhões de toneladas esse ano e, segunda nossa projeções, passar de 150 milhões em 2020.”, completou.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!