Quinta-feira, 13 de dezembro de 2018
Dólar R$ 3,88
Euro R$ 4,41
Tecnologística no LinkedIn
Terça-feira, 21 de novembro de 2017 - 14h00
Antaq entrega Prêmio 2017 de Sustentabilidade Aquaviária
Portos de Paranaguá e de Santos ficaram com as primeiras posições nos quesitos maior índice e maior evolução no desempenho ambiental

A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) realizou, no dia 9 deste mês de novembro, em sua sede, localizada em Brasília, a cerimônia de entrega do Prêmio Antaq 2017 de Sustentabilidade Aquaviária.

Nas principais categorias premiadas, o Porto de Paranaguá (PR) ficou com o primeiro lugar na modalidade Maior Índice de Desempenho Ambiental (IDA). Em segundo lugar apareceu o Porto de Itajaí (SC) e na terceira posição o Porto de São Sebastião (SP). Já na categoria Maior Evolução Anual do IDA o Porto de Santos (SP) ficou em primeiro lugar, seguido pelo Porto de Santarém (PA), na segunda posição, e pelo Porto de Maceió, em terceiro.

“O prêmio é fundamental como reconhecimento de trabalhos de excelência realizados nos setores portuário e de navegação”, destacou o diretor-geral da Antaq, Adalberto Tokarski. “A questão da sustentabilidade é primordial para a agência. Esse prêmio valoriza aqueles e aquelas que contribuem para uma logística eficiente e, acima de tudo, que vão ao encontro do meio ambiente”.

Tokarski, durante a entrega do Prêmio Antaq 2017

De acordo com Mário Povia, diretor da Antaq, por meio do IDA a agência volta a destacar a relevância da qualidade da gestão ambiental dos portos organizados. “A Antaq, valendo-se de seu protagonismo setorial, consolida a instituição do Prêmio Antaq, prestigiando iniciativas inovadoras, eficiência e criatividade, bem como estimulando a produção de artigos do setor aquaviário”.

Além das categorias já citadas, a agência premiou também as empresas A. Amaral de Paiva Navegação, Monteiro e Monte e R.R Amaral de Paiva Navegação, respectivamente em primeiro, segundo e terceiro lugares no quesito Qualidade de Atendimento ao Usuário.

A Argonáutica Engenharia e Pesquisas e Praticagem do Estado de São Paulo levou o primeiro lugar na categoria Iniciativas Inovadoras pelo trabalho Contribuições do C3OT-Redraft para a Segurança e Eficiência Operacional do Porto de Santos. O segundo lugar foi para a Pronave Agentes de Comércio Exterior, pelas Tecnologias Sustentáveis para Descarga de Granéis Sólidos, e a Triunfo Logística ficou em terceiro lugar com a iniciativa Eletroímã nas Operações de Movimentação de Ferro Gusa.

Por fim, Lílian dos Santos Fontes Pereira Bracarense, Joaquim José Guilherme de Aragão e José Matsuo Shimoishi foram premiados com o primeiro lugar na categoria Artigo Técnico e Científico, com o trabalho Modelo de Consolidação Comercial e Análise de Sustentabilidade Fiscal Aplicados a Projetos Hidroviários.

Nessa mesma categoria, o segundo lugar foi para Maria da Graça Zepka Baumgarten, Vivian Freitas Aguiar e Lucas Almeida, pelo artigo Porto do Rio Grande (Estuário da Lagoa dos Patos – RS): Identificação e Caracterização dos Locais de Lançamento de Efluentes Líquidos nas margens, e a terceira posição ficou com Gustavo Pacheco Tomas e Tobias Bernward Bleninger, por Avaliação Hidromorfológica do Uso de Espigões em Hidrovias – Estudo de Caso: Passo do Jacaré.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!