Sábado, 16 de dezembro de 2017
Dólar R$ 3,30
Euro R$ 3,87
Tecnologística no LinkedIn
Quinta-feira, 7 de dezembro de 2017 - 14h35
Jungheinrich volta a comercializar produtos da Ameise no Brasil
A ideia é trazer ao país as empilhadeiras patoladas e à combustão e as transpaleteiras elétricas visando principalmente o segmento de pequenas empresas

A empresa de soluções intralogísticas e fabricante de produtos de movimentação e armazenagem Jungheinrich, vai voltar a comercializar produtos e equipamentos da marca Ameise no Brasil. A ideia é trazer ao país as empilhadeiras patoladas e à combustão e as transpaleteiras elétricas visando principalmente o segmento de pequenas empresas.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Os modelos dos equipamentos serão produzidos por um parceiro da Jungheinrich na Ásia e terão supervisão da equipe de engenharia da Alemanha. No país europeu os veículos foram aperfeiçoados e encaixados no padrão de qualidade do mercado global. Todos possuem certificação CE (indicativo obrigatório para atender as exigência do mercado europeu), e também estão em conformidade com as leis brasileiras.

A Ameise já é conhecida pelo mercado nacional. A marca foi lançada no Brasil na década de 1950, e sua produção foi nacionalizada cerca de 20 anos depois. No final dos anos 1980, 95% da produção da empresa era feita no país, tornando-se à época a maior fabricante de empilhadeiras elétricas do Brasil. Em 2001, a fábrica foi vendida a Jungheinrich e começou a operar como subsidiária própria no país.

“Hoje, a Jungheinrich fabrica equipamentos do mais alto nível de qualidade e performance de todo o mercado. A estratégia de retomar a marca Ameise busca justamente preencher essa lacuna para operações simples e esporádicas onde a exigência é o preço acessível, rápida disponibilidade, manutenção simples e atendimento técnico a nível nacional”, explica Rafael Estevez, coordenador de produto da Jungheinrich no Brasil.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!
Inaldoem 12/12/2017, às 15h16
Bola fora ter tirado de campo a Ameise. Isso abriu espaço para outras como Still. Hoje será difícil reconquistar mercado. Mas que venha pois assim teremos mais uma opção de fornecedor de qualidade.