Terça-feira, 24 de abril de 2018
Dólar R$ 3,45
Euro R$ 4,20
Tecnologística no LinkedIn
Terça-feira, 12 de dezembro de 2017 - 10h59
Martin Brower recebe reconhecimento por ações com colaboradores com deficiência
Companhia foi uma das 15 premiadas no IV Prêmio Melhores Empresas para Trabalhadores com Deficiência

A Martin Brower foi premiada pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, do governo de São Paulo, na categoria Grandes Empresas do IV Prêmio Melhores Empresas para Trabalhadores com Deficiência. A cerimônia de entrega dos troféus ocorreu no dia 7 de dezembro, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo.

O reconhecimento tem como objetivo dar visibilidade às boas práticas relacionadas à inclusão profissional de pessoas com deficiência, além de estimular as organizações a aperfeiçoarem seus programas relacionados à diversidade.

“Na Martin Brower nós valorizamos as diferenças das pessoas e acreditamos que isto agrega valor à equipe, tornando-a mais completa e enriquecida com os diversos pontos de vista. Por isso, nós desenvolvemos projetos sobre a diversidade de forma geral”, explica Eniale Maion, diretora de Recursos Humanos e Comunicação Corporativa da companhia.

A secretaria avaliou as empresas em parceria com o Centro de Tecnologia e Inclusão (CTI). Ao todo, 71 companhias fizeram a inscrição para concorrer ao prêmio, que foi dividido em quatro categorias: Grandes Empresas; Micro, Pequenas e Médias Empresas; Empreendedores com Deficiência; e Empresas Estrangeiras.

Os participantes foram avaliados pela promoção da política dos direitos da pessoa com deficiência, igualdade de oportunidades, disponibilidades materiais e psicológicas, grau de sustentabilidade dos projetos, potencial de reaplicação e multiplicação das iniciativas. No caso das grandes empresas, o cumprimento da Lei de Cotas também foi analisado.

A Martin Brower possui um programa especial de contratação voltado a colaboradores com deficiência. “Firmamos uma parceria com o Senai para oferecer um programa de capacitação administrativa com duração de seis meses”, explica Eniale. O curso conta com aulas de Logística, Administração e Qualidade, entre outras relacionadas à área de atuação da multinacional. “Nós abrimos mais vagas do que o necessário para compor o quadro de colaboradores da empresa, com o objetivo de qualificar a maior quantidade possível de pessoas com deficiência para o mercado”, completa a executiva.

Daniela Ferreira, analista de Recursos Humanos da Martin Brower e idealizadora do projeto, diz que tudo começou com a necessidade de agregar valor social. “Com o Senai, conseguimos mostrar a capacidade dos profissionais para o mercado, além de ajudar na luta contra os estigmas relacionados às possíveis limitações das pessoas com deficiência. Na Martin Brower, o nosso diferencial é o diálogo sobre a diversidade. Nós oferecemos um espaço para discussão mensal na empresa com o objetivo de abrir novos horizontes sobre todos os tipos de diversidade”, destaca.

Focada na atividade de distribuição para os mercados de food service e bebidas, a Martin Brower é detentora exclusiva da distribuição das principais redes de restaurantes do Brasil, entre elas McDonald’s, Bob’s e Subway. Por ano, distribui mais de 503 milhões de caixas de alimentos para mais de 20.400 restaurantes, com 67 centros de distribuição, sendo sete deles no Brasil, localizados nas regiões Sul, Sudeste e Nordeste.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!