Quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018
Dólar R$ 3,24
Euro R$ 4,00
Tecnologística no LinkedIn
Terça-feira, 16 de janeiro de 2018 - 15h38
Hidrovias do Brasil inaugura centro de treinamento de navegação
Objetivo é aperfeiçoar a mão de obra nas operações hidroviárias

A Hidrovias do Brasil inaugurou seu Centro de Treinamento de Navegação para o Arco Sul, em Assunção, capital do Paraguai, com o objetivo de capacitar profissionais do mercado logístico no que diz respeito principalmente ao manejo de operações hidroviárias.

De acordo com a própria empresa, o centro, que faz parte da Escola de Navegação da Academia Hidrovias, tem como foco atender às necessidades de um mercado que demanda profissionais cada vez mais bem capacitados. Em um primeiro momento, a novidade é voltada somente ao corpo de colaboradores da Hidrovias do Brasil.

Por meio de uma metodologia de ensino prático-teórica, o curso contempla aulas em um simulador de comando onde é possível treinar a utilização de radares, rádio, cartas náuticas e outras ferramentas auxiliares à navegação para turmas de até seis pessoas. Além disso, há um módulo para simular a amarração de barcaças, operação que é realizada posteriormente de maneira prática, a fim de proporcionar o melhor entendimento dos procedimentos padrão da companhia.

Divulgação

“A Hidrovias do Brasil entende a importância da qualificação constante da mão de obra que atua em sua operação, por isso optamos por realizar esse investimento agora”, destaca Ivanir Mayer, diretor de Operações para a Região Sul da Hidrovias do Brasil. “Além disso, com esse novo espaço de treinamento, poderemos ampliar as possibilidades do desenvolvimento socioeconômico das regiões em que atuamos, focando não só na geração de empregos como também na capacitação profissional, o que nos consolida como referência nos conhecimentos sobre a logística hidroviária.”

Fundada em 2010, a Hidrovias do Brasil atua em toda a América Latina. No Corredor Logístico Norte, de Miritituba a Barcarena, no estado do Pará, a empresa oferece uma alternativa logística para o escoamento de grãos da região Centro-Oeste do Brasil, além da operação de cabotagem para transporte de minérios. Para essas operações foram investidos R$ 2,2 bilhões na região, que tem capacidade de movimentar até 6,5 milhões de toneladas de grãos por ano. Já no Corredor Logístico Sul a empresa opera por meio da Hidrovia Paraguai-Paraná, onde movimenta mais de 6 milhões de t de cargas diversas, como commodities agrícolas, minérios, fertilizantes e celulose.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!