Operação testa novo terminal de contêineres do Rio de Janeiro - Portal Tecnologística
Quinta-feira, 16 de agosto de 2018
Dólar R$ 3,90
Euro R$ 4,44
Tecnologística no LinkedIn
Terça-feira, 6 de fevereiro de 2018 - 9h09
Operação testa novo terminal de contêineres do Rio de Janeiro
Hapag-Lloyd atraca embarcação com capacidade para 10.500 TEUs a fim de verificar se a estrutura suporta navios de grande porte

A Hapag-Lloyd realizou no último sábado, dia 3 de fevereiro, a atração do navio Santos Express no novo terminal de contêineres do Rio de Janeiro a fim de testar e verificar se a estrutura, ainda em construção, suporta operações de navios de grande porte. Vale lembrar que a embarcação do armador tem 333 metros de comprimento, 48 m de largura e capacidade para 10.500 TEUs. No teste, o Santos Express movimentava 9.264 TEUs – 90 mil toneladas de carga.

De acordo com o capitão, Uwe Fiedler, foi solicitado que a Hapag-Lloyd atracasse 13,4 m de draft, termo usado para medir a distância entre a superfície da água e a parte mais baixa do navio, exatamente para testar o calado máximo do novo terminal de contêineres.

Créditos: André Delacerda

Do Rio de Janeiro, o Santos Express seguiu para o sudoeste para a próxima parada, o Porto de Sepetiba, em Itaguaí (RJ). Antes de chegar à capital fluminense, o navio da Hapag-Lloyd navegou por 8.800 milhas náuticas, ao longo de 21 dias, a partir do Porto Klang, em Kuala Lumpur, na Malásia

Desde abril do ano passado, quando foi entregue pelo estaleiro, o Santos Express está sendo utilizado no serviço entre a Ásia e a América do Sul. O batismo, na cidade de Santos, no litoral de São Paulo, aconteceu em novembro do ano passado. Como todas as embarcações dessa classe, o Santos Express é ideal para a travessia do Canal do Panamá.

A Hapag-Lloyd possui uma frota de 219 navios e transporta por ano 7,6 milhões de TEUs. Com um quadro de 12 mil funcionários, está presente em 126 países. A empresa conta com 129 rotas em todo o mundo, conectando 600 portos em todos os continentes.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!