Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018 - 9h09
Viracopos registra movimento de cargas positivo em janeiro
Ao todo, entre cargas exportadas, importadas e domésticas, passaram pelo terminal 16.033 toneladas, aumento de 14,96% frente ao mesmo mês de 2017

O Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), encerrou o primeiro mês de 2018 com sua maior alta na movimentação de cargas exportadas, importadas e domésticas desde 2013. Ao todo, passaram pelo terminal 16.033 toneladas em janeiro, aumento de 14,96% em relação ao mesmo mês de 2017, com 13.949 t.

O recorde anterior havia sido em janeiro de 2013, com 16.982 t movimentas. Em 2014, foram 15.442 t, em 2015, 14.175 t, e em 2016, 9.858 t.

O diretor de Operações de Viracopos, Marcelo Mota, diz que o Terminal de Carga (Teca) de Viracopos, que é considerado o segundo melhor do mundo em sua categoria, continua disponibilizando excelente infraestrutura para atender essa demanda crescente. “Nos últimos anos, a concessionária Aeroportos Brasil Viracopos tem investido continuamente na modernização do terminal”, resume.

A importação manteve a tendência de crescimento em janeiro de 2018. Na comparação com 2017, a alta foi de 15,14%, movimentando 10.775 t frente a 9.358 t no mesmo mês do ano passado. Já em 2016, foram 7.011 t desembarcadas.

Os envios acompanham o desempenho positivo com crescimento de 12,55% em relação a janeiro de 2017. Ao todo, foram exportadas em janeiro por meio de Viracopos 4.965 t, contra 4.412 t no mesmo período de 2017. Já no primeiro mês de 2016 foram 3.544 t embarcadas.

Entre os segmentos que mais cresceram em janeiro deste ano na importação estão o automotivo, o farmacêutico, o metal-mecânico e o químico. Já na exportação destaque para alimentos, bebidas, fumo, fármacos, químicos, duas rodas, cosméticos e móveis.

As movimentações de cargas nacionais também apresentaram um percentual alto de crescimento, apesar de ser um volume pequeno em relação às importadas e exportadas. No primeiro mês do ano de 2018 passaram pelo aeroporto 293 tde cargas domésticas, incremento de 66,48% em relação ao mesmo período do ano passado, que teve 176 t movimentadas no mercado interno.

Outra atividade que mereceu atenção nesse primeiro mês do ano no terminal aeroportuário do interior paulista foi a de cargas courier (remessas expressas), que movimentou 484 t, crescimento de 31,8% em relação a janeiro de 2017, com 362 t.