Segunda-feira, 24 de setembro de 2018
Dólar R$ 4,04
Euro R$ 4,76
Tecnologística no LinkedIn
Sexta-feira, 13 de abril de 2018 - 10h36
CD da Bristol-Myers Squibb em Itapevi sob gestão da DHL Supply Chain
Provedor logístico realiza a recepção dos medicamentos, estocagem, gere o inventário, efetua a carimbagem, a gestão dos pedidos e envio dos itens

A DHL Supply Chain assumiu o gerenciamento do novo centro de distribuição (CD) no Brasil da indústria biofarmacêutica Bristol-Myers Squibb (BMS). Localizada em Itapevi (SP), a estrutura, concebida pelo provedor logístico, conta com 1.500 m² e é dotada com área climatizada (de 15° a 25°C), câmara fria (2° a 8°C), antecâmara (8° a 15°C) e um bunker (15° a 25°C) para armazenagem de produtos inflamáveis.

O contrato representa o reforço dos negócios entre as companhias e impulsionou o desenvolvimento de outros projetos logísticos no mundo, especialmente nos EUA, México e Turquia. “Este projeto de dois anos para construir o centro tem sido um excelente exemplo de colaboração entre equipes multidisciplinares”, diz o gerente geral da BMS Brasil, Gaetano Crupi. O executivo completa dizendo que a iniciativa representa não apenas uma grande transformação na área de logística, mas também para pacientes que irão se beneficiar de todas as melhorias nas operações.

Divulgação

O diretor de operações da área de saúde da DHL Supply Chain, Luís Rehder, ressalta que a iniciativa respondeu plenamente às necessidades da BMS quanto à qualidade, conformidade e capacidades regulatórias. “De fato, há uma sinergia muito grande em relação a aspectos técnicos e comportamentais entre as duas empresas. Vamos ajudá-los a se aproximar dos pacientes com mais eficiência e qualidade, evitando que eles tenham qualquer problema de abastecimento.”

Serviços

O escopo do trabalho da DHL abrange a recepção dos medicamentos – 100% importados –, estocagem, inventário, carimbagem, gestão dos pedidos e envio conforme a demanda para clientes da indústria localizados por todo o Brasil. O provedor logístico é responsável, também, pela gestão das câmaras refrigeradas e pela unitização de alguns medicamentos e, nestes casos, pelo embalamento. Dentre as tecnologias que serão utilizadas destaque para o sistema WMS de gestão de armazéns que irá utilizar rádiofrequência para uma gestão mais acurada e em tempo real dos estoques.

Em termos de segurança, além de aplicar os protocolos na área de saúde e atender todos os requerimentos regulatórios, o CD possui alguns equipamentos duplicados, como geradores de energia, a fim de garantir a total segurança dos medicamentos.

De acordo com Rehder, nesta nova configuração, além de aprimorar a qualidade, a DHL dará mais controle e flexibilidade operacional a BMS, auxiliando em seu plano de expansão e no atendimento aos pacientes.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!