Domingo, 21 de outubro de 2018
Dólar R$ 3,71
Euro R$ 4,28
Tecnologística no LinkedIn
Sexta-feira, 20 de abril de 2018 - 10h50
Operações em Viracopos recuperam o fôlego no primeiro trimestre
Terminal de cargas movimentou, de janeiro a março deste ano, 52.614 toneladas, crescimento de 23,17% frente ao mesmo período de 2017

O Terminal de Cargas (Teca) do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), computou no primeiro trimestre de 2018 crescimento de 23,17% na movimentação de exportação, importação e de cargas domésticas em relação ao mesmo período do ano passado. No total, foram movimentadas nos primeiros três meses deste ano 52.614 toneladas contra 42.415 t de 2017.

A área de exportações teve o maior crescimento desde o início da concessão do aeroporto, em 2012, com crescimento de 39,8% frente a março de 2017, com um total de 8.031 t. No acumulado do trimestre, o crescimento das exportações chega a 30,2%. Entre os segmentos com maior destaque na exportação – por peso movimentado – estão tecnologia, automotivo e papelaria e publicações.

Já nas importações, a alta foi 19,9% em relação a março de 2017, com um total de 11.676 t movimentadas no mês passado, sendo o melhor mês de março dos últimos três anos. No acumulado do primeiro trimestre de 2018, houve um crescimento de 19% em relação aos três primeiros meses do ano passado. Entre os destaques na importação, por peso movimentado, estão os segmentos de papelaria e publicações, têxtil, metalmecânico, tecnologia e farmacêuticos.

A movimentação de cargas domésticas foi de 94,2% no primeiro trimestre de 2018, com 882 t contra 454 t nos primeiros três meses do ano passado.

As remessas expressas também apresentaram números positivos no terminal. No primeiro trimestre, a alta nesse serviço chegou a 26,5%, com um total de 1.460 t. Se levado em conta apenas o mês de março, o crescimento foi de 19,3% em relação ao mesmo mês de 2017.

O diretor de Operações de Viracopos, Marcelo Mota, resume que as seguidas altas na movimentação de carga no aeroporto refletem um reaquecimento no comércio exterior.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!