Sexta-feira, 25 de maio de 2018
Dólar R$ 3,64
Euro R$ 4,26
Tecnologística no LinkedIn
Sexta-feira, 11 de maio de 2018 - 10h23
Fedex emprega Boeing 767-300F na rota entre Memphis e Viracopos
Aeronave tem capacidade para 57 toneladas e substitui o antigo MD-11

A Fedex Express iniciou, no último dia 30 de março, as operações com um Boeing 767-300F para a movimentação de produtos na rota que liga a cidade norte-americana de Memphis, no estado do Tennessee, com o Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). A aeronave, que possui capacidade para 57 toneladas, chegou para substituir uma antiga geração do MD-11, que anteriormente servia a frequência de quatro voos semanais.

Nos últimos anos, a empresa vem modernizando ativamente sua frota por meio da aquisição de novas aeronaves Boeing 777F e 767F. Essas aeronaves oferecem melhorias significativas em eficiência de combustível, confiabilidade de serviço e emissões de carbono. A Fedex Express conta atualmente com mais de 650 aeronaves que operam em mais de 375 aeroportos do mundo, movimentando uma média de 6 milhões de pacotes por dia. A idade média da frota de Boeings 767F da empresa é de três anos.

Divulgação

Segundo o vice-presidente de operações da Fedex Express no Brasil, Américo Pereira Filho, a troca do modelo de aeronave no Brasil reforça o compromisso da empresa com a operação e os clientes brasileiros. “Do ponto de vista global, os investimentos na modernização da frota são necessários para obter economias operacionais significativas em longo prazo e tornar a operação mais verde”, diz.

A partir do aeroporto de Viracopos a companhia conecta o Brasil com mais de 220 países e territórios. Oferece serviços de transporte porta a porta e também disponibiliza aos seus clientes rastreabilidade e monitoramento completo da carga em tempo real, comprovante de entrega, liberação alfandegária, tempo de trânsito definido e garantia de reembolso do valor do frete caso a carga não seja entregue no prazo acordado.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!