Sexta-feira, 25 de maio de 2018
Dólar R$ 3,64
Euro R$ 4,26
Tecnologística no LinkedIn
Quinta-feira, 17 de maio de 2018 - 11h09
Hidrovias do Brasil registra crescimento na receita
Corredor Norte representou a maior expansão nos volumes da companhia

A Hidrovias do Brasil apresentou, no primeiro trimestre de 2018, um crescimento de 28% em sua receita líquida na comparação com o mesmo período do ano passado, chegando a R$ 169,9 milhões. De acordo com a própria empresa, o resultado se deve à expansão dos volumes movimentados, principalmente no Corredor Norte.

As operações no Corredor Norte abrangem os rios Tapajós e Amazonas, com o transporte de grãos e fertilizantes, e os rios Trombetas e Amazonas, movimentando bauxita. Elas prosseguem em forte expansão de acordo com o crescimento dos volumes previstos nos contratos comerciais de longo prazo e com fortes oportunidades de crescimento de demanda, devido à expansão da safra de grãos. Essas operações representaram 34% da geração de caixa da Hidrovias do Brasil de janeiro a março de 2018.

Já no Corredor Sul a companhia opera na Hidrovia Paraná-Paraguai, transportando minério de ferro, grãos e fertilizantes, e no Rio Uruguai, com celulose.

Divulgação

No mês de janeiro, a Hidrovias do Brasil concluiu a emissão de títulos de dívida internacional no valor de US$ 600 milhões, com o propósito de otimizar sua estrutura de capital. Esses recursos foram utilizados prioritariamente para o pré-pagamento de dívidas existentes, com melhora significativa de custos, prazos de amortização e flexibilização da gestão do fluxo de caixa.

Fundada em 2010 pelo fundo de infraestrutura do Pátria Investimentos, a Hidrovias do Brasil conta ainda com participações de outros investidores, como Aimco, Temasek, Blackstone, IFC e BNDESPar.

Comentários




Obrigado por comentar!
Erro!